Diálogo iniciado por Ana Sofia Mariz em:

Ilustração principal do artigo A cultura do improviso

Fabio Lopez

A cultura do improviso

O improviso como heroísmo cotidiano e o planejamento como solução definitiva: confusões típicas de uma nação em desenvolvimento.

Veja este artigo

Retrato de Ana Sofia Mariz
0
Ana Sofia Mariz
Sep 2015

Olá Fabio,

gostei muito do artigo. Isso me incomodava demais quando trabalhava no Rio e vc articulou bem seu ponto. Acrescentaria que o improviso faz parte de uma ampla cultura onde a falsa informalidade permeia as relações de trabalho e as fronteiras das qualidades e espaços pessoais e profissionais são diluídas. Atrasos, incompetências, irresponsabilidades podem ser atenuados pelo fato de "ser gente boa". Rigoroso e/ou exigente é "ser chato". Pontual "caxias" ou "muito certinho". Já "meio enrolado", faz parte das características normais e aceitáveis, "zoneado" tmb.

Mas isso não acontece só no Brasil não. Aliás esta é outra lenda achar q só prq algo se manifesta de maneira intensa no Brasil é exclusividade ou mais predominante q no resto do mundo. Ingenuidade ou tendência humanda a super valorizar o seu micro cosmos.

2
Retrato de Fabio Lopez
64
Fabio Lopez
Sep 2015

Verdade Ana. Aposto que acontece em outros lugares também, como mencionei no começo do texto: eu não quis supervalorizar o microcosmo, apenas me ative a ele para tornar a crítica mais contundente e verificada. Temos bons planejadores nos trópicos, taxados quase sempre da maneira que mencionou. É preciso criar modelos alternativos, e chamar pelo nome certo as coisas. Planejamento como regra e não como exceção. Precisa ser ensinado de maneira correta e contundente.

0
Responder

Este vídeo pode lhe interessar👇👇👇

Lhe poderiam interessar

Retrato de Rique Nitzsche
Autor:
Rique Nitzsche
Título:
A consciência e o design
Resumo:
Consciência e design são tão disponíveis que só os percebemos quando nos surpreendem, pela falta ou pela exuberância.
Compartilhar:
Interações:
Votos:
10
Opiniões:
6
Seguidores:
277
Retrato de Erik Spiekermann
Autor:
Erik Spiekermann
Título:
O Sétimo Mandamento
Resumo:
A homenagem, o roubo e o furto de autoria, tornam nebulosos os limites em práticas de design.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
9
Opiniões:
1
Seguidores:
374
Retrato de Rique Nitzsche
Autor:
Rique Nitzsche
Título:
O design das experiências humanas
Resumo:
O futuro do design está sendo plantado há muitos milhares de anos. Invenção tecnológica é só uma consequência do design da vida.
Compartilhar:
Interações:
Votos:
4
Opiniões:
2
Seguidores:
277
Retrato de Martín Álvarez Comesaña
Autor:
Martín Álvarez Comesaña
Título:
O consumo do símbolo
Resumo:
A adesão da cultura ao discurso da globalização, obriga-nos a repensar as funções e os valores assumidos pelo design.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
5
Seguidores:
8
Retrato de Raúl Belluccia
Autor:
Raúl Belluccia
Título:
O que fazem os designers quando desenham?
Resumo:
Os designers exercem uma profissão cujos resultados são indispensáveis para a planificação industrial dos artefatos
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
7
Seguidores:
894
Retrato de Gabriel Simón
Autor:
Gabriel Simón
Título:
10 Principios do Design
Resumo:
Dez principios que, sem ser mandamentos para serem cumpridos à ferro e fogo, o designer deve tomar em conta na hora de encarar o exercicio profissional.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
26
Opiniões:
4
Seguidores:
219