Fabiana Costa

Fabiana Costa

Odivelas (Lisboa) Portugal

Seguidores:
0
Votos:
0
Opiniones:
4

Diseñadora Gráfica profesional, docente, estudiante especialista en Design de marca, Estudia en Universidad de Sevilla - Doutoramento. Trabaja en ESTAL, Presidente do Conselho Directivo, Coordenadora da Licenciatura em Design de Comunicação. Ejerce la docencia en ESTAL, Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa.

Áreas de interés: Diseño Gráfico, Publicidad, Comunicación, Ilustración, Branding

0

Jun 2012 Me gusta el artículo:

0

Jun 2012 Me gusta el artículo:

0

Jun 2012 Mi opinión en el artículo Pensamento tipológico

Parabéns! Os significados das letras nas suas caracteristicas morfológicas são um assunto nem sempre fácil de ensinar numa escola superior de design de comunicação visual, todavia a tipografia, como a cor, como as imagens, como os esquemas e símbolos, como as grelhas são elementos essenciais na construção formal e conceptual de um objecto de comunicação. É importante que os alunos de design gostem de letras e percebam perfeitamente o que comunicam, o que significam e se se adequam a determinado projecto gráfico. Saber avaliar bem é próximo de saber criar eficazmente. Obrigada Norberto Chaves!

0
0
0

Jun 2010 Mi opinión en el artículo Excelencia gráfica en Madrid

Lá estarei, em Julho para ver e aplaudir a «Excelência Gráfica em Madrid». Estes eventos proporcionam visibilidade a temas que estão subjacentes à qualidade da vida quotidiana de todos. Seja na informação, na promoção e no ensino, o design tem o seu importante papel como motor auto-referencial da iconosfera que caracteriza o terceiro milénio e a sua presença é uma realidade irrefutável que formata a cultura visual contemporânea. Premiar o design de excelência é promover um futuro melhor e mais equitativo. Dar a conhecer o design de excelência é promover a meritocracia e a qualidade. Bem Hajam!

0
0

Apr 2010 Mi opinión en el artículo Las carreras de diseño ¿preparan buenos profesionales?

Os cursos de design devem preparar bem os alunos nas áreas projectuais do design na aquisição das suas competências específicas e escalonadas no sentido dos alunos ficarem aptos nas diferentes dimensões do saber, que é relativo ao conhecimento compreensivo; no saber pensar, que é relativo ao raciocínio lógico do conhecimento reflexivo e no saber agir que é relativo à acção técnica, metodológica, participativa e pessoal, próprias do conhecimento instrumental. As boas escolas de design preparam bons profissionais. Alem de bons currículos as escolas devem ter professores maravilhosos.

0
0

Em minha opinião o professor deve mostrar trabalhos, saber falar sobre eles, com uma linguagem própria, saber analisá-los nos seus pontos fortes e nas suas fragilidades porque de aprendizagem se trata. Quando um designer cria um objecto de comunicação visual e pretende que este seja criativo tem que saber olhar «para o lado», saber ver o que está feito, para perante uma realidade propor a solução criativa, estratégicamente eficaz. Ouvir um professor falar de um projecto gráfico, seja metodologias, condicionantes, ideias criativas, composição, contribui para uma aprendizagem fundada dos alunos.

0