Uma metodología criativa para a criação

Lego© Serious Play uma supreendente metodologia que coloca altos executivos e seus colaboradores na busca de soluções para suas empresas. E tudo isso, jogando...

Vero Orso Córdoba
Followers:
65
Comments:
0
Votes:
1
Compartir:

«Se conhece mais uma pessoa em uma hora de jogo que em um ano de conversa».

Platão

Ainda existem chefes que condenam os momentos de lazer? Sim, em muitos lugares ainda continua sendo mal visto dedicar momentos de seu dia de trabalho para pesquisar, ler ou se divertir. Em ambientes de criação como os que trabalhamos, os momentos de espairecimentos são sem dúvida imprescindíveis, pois é aonde se nutre a inspiração. Para os que pensam assim, a metodologia Lego© Serious Play, que está sendo difundida em todo o mundo, chega até nós para  confirmar (algo que muitos já sabiam) que jogando se soluciona.

Lego© Serious Play nasce na própria empresa LEGO a partir da sugestão de um de seus empregados, de usar as peças que eles mesmos construíam para reuniões interativas que já vinham praticando para melhorar o ambiente de trabalho. Quando perceberam que isso dava bons resultados para buscar e encontrar soluções concretas, decidiram dar-lhe um marco formal, registrando-o como uma ferramenta poderosa desenhada para desenvolver competências e inovar dentro das empresas.

Como funciona e como podemos tirar proveito desta dinâmica? Trata-se de uma metodologia que pretende resolver problemas ou desenvolver mudanças empresariais ludicamente. Tem sido comprovado que uma pessoa quando joga baixa sua barreira quanto a crenças, participa muito mais, convive, se comunica melhor, não existem hierarquias e liberam as emoções, pois estando as mãos integralmente conectadas à emoção da pessoa, esta pode transmitir de uma maneira mais clara qual é seu ponto de vista e ao mesmo tempo agregar todo seu conhecimento, e assim mostrar um modelo completo de sua experiência.

Para isso são utilizadas peças Lego e com elas se constrói a solução que cada pessoa dá ao brief emitido. Em seguida, cada um comenta sua experiência e daí é possível fundir conceitos e, principalmente, o mais importante, materializar, por meio de tentativa e erro sem ter ainda o protótipo armado, o qual dá uma grande vantagem ao processo de construção de um projeto.

Se o que a empresa precisa não é a resolução de um problema com solução material, mas algum tipo de crise ou mudança de visão, realizando este exercício surgem conceitos e maneiras de ver o problema com tanta diversidade quanto aos participantes que se integrem à experiência. Isso é o que tem de bom essa metodologia: poder participar se expressando de modo diferente de modo a adaptar-se a qualquer tipo de empresa, projeto e quantidade de pessoas: como todo jogo, não tem limite.

Empresas como Google são as primeiras a implantar este método e utilizá-lo em suas atividades cotidianas; na atualidade cada empregado desta empresa tem uma verba mensal para adquirir peças LEGO para seu trabalho, e têm conseguido resolver problemas com sucesso e rapidez. Assim foi no momento da criação de seu logotipo.

Fica claro que este tipo de implementação nas empresas não somente beneficiam o resultado final de um projeto como também contribuem para gerar um clima mais ameno e de conformidade entre as pessoas, que não somente trabalham com mais empenho mas também se divertem, se sentem parte, sentem que são escutados e eles mesmos podem ver seu próprio potencial.

Compartilho dois vídeos que ampliam esta informação.

Translated by Luiz Claudio Gonçalves Gomes Campos Dos Goytacazes
Followers:
65
Comments:
0
Votes:
1
Compartir:

0 Comments

Comment

This article does not express the opinion of the editors and managers of FOROALFA, who assume no responsibility for its authorship and nature. To republish, except as specifically indicated, please request permission to author. Given the gratuity of this site and the hyper textual condition of the Web, we will be grateful if you avoid reproducing this article on other websites. Published on 16/10/2013.

You may be interested

Luis Emiliano Costa Avendaño
Idioma:
PT
Author:

Luis Emiliano Costa Avendaño

Title:

Gestão do Design para integrar competências

Share:
Interactions:
Votes:
6
Comments:
3
Followers:
5
Studioa
Idioma:
ES
Author:

Studioa

Title:

MALI

Share:
Interactions:
Votes:
23
Comments:
12
Followers:
13
Marcio Dupont
Idioma:
PT
Author:

Marcio Dupont

Title:

Design Thinking não é Design

Translations:
Share:
Interactions:
Votes:
33
Comments:
28
Followers:
53
Fernando Del Vecchio
Idioma:
ES
Author:

Fernando Del Vecchio

Title:

Mejores preguntas para mejorar los resultados

Share:
Interactions:
Votes:
29
Comments:
7
Followers:
662
Norberto Chaves
Idioma:
ES
Author:

Norberto Chaves

Title:

La marca: ¿vestimenta o disfraz?

Translations:
Share:
Interactions:
Votes:
230
Comments:
81
Followers:
3042
Javier Alexander Calderón Rivas
Idioma:
ES
Author:

Javier Alexander Calderón Rivas

Title:

El engañoso diseño a imagen y semejanza

Share:
Interactions:
Votes:
21
Comments:
12
Followers:
7
My opinion:

Login with your account to comment on this article. If you do not have it, create your free account now.

Upcoming online courses

Branding Corporativo

Branding Corporativo

Cómo planificar, construir y gestionar la marca de empresas e instituciones

4 weeks
17 Septiembre

Estrategia de Marca

Estrategia de Marca

15 claves para programar el diseño de símbolos y logotipos de alto rendimiento

4 weeks
29 Octubre

Relecturas del Diseño

Relecturas del Diseño

Una inmersión en el discurso sobre el diseño para despejar sus nociones más controvertidas: creatividad, innovación, arte, tecnología, función social...

4 weeks
28 Enero 2019

Branding: Diseñador y Cliente

Branding: Diseñador y Cliente

Tratar con el cliente, hacer presupuestos y planificar las etapas de la creación de una marca

3 weeks
22 Abril 2019

Auditoría de Marca

Auditoría de Marca

Taller de práctica profesional: análisis, diagnóstico y programa de marca sobre casos reales

6 weeks
22 Junio 2019