Debate: O design é importante?

Em 1997 Steve Jobs volta ao cargo de CEO da Apple, e quando indagado «o que você faria para salvar a Apple». Respondeu: «Design».

Retrato de Heleno Almeida Heleno Almeida Manaus

Seguidores:
15
Opiniões:
0
Votos:
2
Compartir:

«Design não é apenas o que parece e o que se sente. Design é como funciona».

Steve Jobs

Em 1997, Michael Dell, o todo-poderoso da DELL, era o homem que mais fabricava computadores no mundo. Em meio a um evento de negócios/tecnologia foi indagado «O que você faria para salvar a Apple?». Ele respondeu: «Eu encerrava o negócio e devolvia o dinheiro aos acionistas». Ainda naquele mesmo ano, Steve Jobs voltava ao cargo de CEO da Apple, e quando indagado com a mesma pergunta, respondeu: «Design».1

Dez anos após esses dois fatos, a Apple Computadores é a empresa mais valiosa do setor de informática no mundo, ultrapassando a própria DELL no ranking de fabricantes com maior atividade rentável do setor. Michael Dell teve de repensar as próprias palavras, e a imprensa especializada assistia, de forma cética, nos anos a seguir, o lançamento dois produtos inovadores: o iPhone (2007) e o iPad (2010). Três anos após seu lançamento, o iPhone toma o mercado de usuários corporativos da então gigante canadense RIM. Surpresa? Nenhuma, do ponto de vista de Jobs.2

Steve Jobs apresentando o iPhone em 2007

Hoje observamos muitas empresas focadas em Design e empresas focadas em Engenharia. A Motorola nos anos 2000 lançou dois modelos de relativo sucesso: o StarTek e o RARZ V3. Ambos, produtos com uma excelente engenharia, mas com design modesto3. Nenhum fabricante imaginaria que a Apple, com seu iPhone, iria mudar o rumo do arquétipo dos celulares «smartphones». Todos os grandes fabricantes olhavam o iPhone como algo para Nerds, ou um produto que não ameaçaria sua cadeia de vendas em larga escala. No entanto, por seu design, interação e tecnologias embarcadas (multi-touch, iPod, Wi-Fi, Wireless…) se mostrou uma grande e inesperada inovação que atraiu milhões de consumidores, mudando a telefonia móvel, sepultando de vez a tecnologia WAP e influenciando o design das futuras gerações de smarthphones de diversos fabricantes.4

Os celulares: antes e depois do iPhone

É quase um mantra na internet, nos livros e nos seminários de design industrial citar a Apple como exemplo de empresas com design em seu D.N.A. Todo o perfeccionismo de Jobs, a elegância nos designs de Ive e o grande time de pesquisadores e engenheiros, construíram a imagem de empresa inovadora, apoiada em produtos com Design.

Também é notório percebermos que poucos ou raros produtos tidos como «good design» tem surgido. Até então, o que vemos são aparelhos que buscam similaridade com os produtos Apple. O iPhone tem o seu design «referenciado» por fabricantes como a Samsung, Nokia, RIM e HTC. A própria Dell, Sony e Acer tem lançado produtos muito parecidos ao iMac. A ideia do computador-monitor sem CPU, é um novo arquétipo dos PCs, fugindo da enfadonha caixa bege, agora de diversas cores e formatos, mas ainda continuam sendo caixas. Mais uma vez, Jobs estava certo.5

A influênca do design de produtos Apple nos demais fabricantes

O uso do design na cultura estratégica das empresas mudou o cenário da produção de produtos. Atualmente o design está muito mais ligado à gestão que apenas ao contexto superficial de um produto ou marca nas empresas. Novos produtos não são apenas «produtos isolados», mas se comunicam e criam novas experiências com outros produtos-acessórios (suportes, capas de proteção, entre outros). Negócios, oportunidades e ideias surgiram a partir disso, e continuam a surgir.6

Acessório integra iPhone à carros

Um bom exemplo de produto que originou essa mudança é o próprio iPhone —milhares de gadgets foram criados para ampliar a experiência de uso—. Caixas de som, suportes, bases sonoras, adaptadores de monitor, aplicativos (APPs) e games que o tornaram um gadget de convergência para entretenimento e produtividade, agregando sempre novas tecnologias (3G, acelerômetro, multi-tasking, retina display e novíssima 4G)7.

Um bom produto não deve ser apenas engenharia, ou seja, potente e robusto —mas interessante, fácil de usar, rápido ao funcionar, e seguir a «necessidade» para qual foi criado—. A filosofia lógica por trás de todos os produtos Apple. O design não é apenas estético, mas funcional.8

O design é importante, quando aliado a tecnologias honestas e a empresas que entendem que um bom produto pode não precisa ser hi-tech ao extremo, mas que o seu design tem que cumprir sua função, com o melhor custo-benefício possível. Empresas inovadoras tendem naturalmente a superar as empresas tradicionalistas (focadas em engenharia, processo), denotando seu posicionamento de mercado, apresentando produtos com um contínuo processo de inovação e melhorias.9

Apple x Dell, lembram? Venceu o design, a inovação. Jobs estava certo ao investir em design. 18 anos após da resposta de Jobs, a Apple vale US$723 bilhões10. Há estudos que apontam seu valor atual estaria na faixa de US$ 1 trilhão.

E o design, não é importante?

Editor: Thales Aquino Rio de Janeiro

Seguidores:
15
Opiniões:
0
Votos:
2
Compartir:
  1. BUNNET, Robert & EMERY, Stuart. Gestão Estratégica do Design: como um ótimo design fará as pessoas amarem sua empresa. São Paulo: M. Brooks, 2010.
  2. TODARO, Marcelo. iPhone é o que mais satisfaz usuários corporativos, diz pesquisa (2008).
  3. LYNN, Gary S & REILLY, Richard R. Produtos Arrasadores: 5 segredos para desenvolver produtos inovadores. Rio de Janeiro: Campus, 2003.
  4. Revista MacMais. Os celulares Antes e Depois do iPhone (2012).
  5. MARQUES, Eduardo. As cópias continuam: HP lança computador tudo-em-um muito parecido com o iMac. MacMagazine (2012).
  6. MARQUES, Eduardo. Apple quer integrar seus mapas e a Siri em carros e estaria propondo um redesenho do console automotivo. MacMagazine. (2013).
  7. LANDIM, Wilkerson. Executivo da Samsung assume que ecossistema da Apple é melhor. Tecmundo (2012).
  8. MARQUES, Eduardo. Vídeo: site «explica» a filosofia de design da Apple.MacMagazine (2012).
  9. MARINS, Antomar. O Processo de melhoria contínua. Administradores. São Paulo (2009).
  10. Economia. Apple vale mais que a soma de todas as empresas na Bovespa (2015).
  11. DIAS, Guilherme. A História da Motorola: ascenção e queda. Techmundo (2014).
  12. Mundo das Marcas. Motorola (2006).
  13. Forúm iPhoneInsiders. Conheça a trajetória de Steve Jobs. Brasil (2011).
Código QR para acesso ao artigo O design é importante?

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Heleno Almeida

Mais artigos de Heleno Almeida

Título:
Bauhaus, estética e capitalismo
Resumo:
Muitos autores acreditam que a Bauhaus é uma prova de que o design também possa ser político, apesar de sua origem desde um movimento de integração.
Compartilhar:

Debate

Logotipo de
Minha opinião:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Lhe poderiam interessar

Ilustração principal do artigo O Designer no ambiente VUCA
Autor:
Anita Chalu
Título:
O Designer no ambiente VUCA
Resumo:
Os designers estão se preparando para o mundo do futuro?
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
7
Seguidores:
53
Retrato de André Ricard
Autor:
André Ricard
Título:
Design e vida cotidiana
Resumo:
Os designers podem melhorar a qualidade de vida das pessoas projetando objetos de baixa tecnologia onde a forma do objeto facilite a sua função.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
5
Seguidores:
438