mini Rio: 100 miniaturas da cidade do Rio de Janeiro

Uma homenagem dedicada, um minucioso exercício de design gráfico e um divertido passeio pela Cidade Maravilhosa.

Retrato de Fabio Lopez Fabio Lopez Rio de Janeiro Seguidores: 58

Opini√Ķes:
24
Votos:
28
Compartir:
Ilustração principal do artigo mini Rio: 100 miniaturas da cidade do Rio de Janeiro

Por conta do próximo ciclo Olímpico, a cidade do Rio de Janeiro vive um período de grande visibilidade e expectativa, e todos querem conhecer um pouco mais desse lugar especial do planeta: uma megalópole charmosa, divertida, caótica, vibrante, barulhenta, contraditória e inesquecível.

O projeto mini Rio constitui uma extensa cole√ß√£o de pictogramas e ilustra√ß√Ķes criadas com o objetivo de homenagear e apresentar visualmente o patrim√īnio cultural da cidade do Rio de Janeiro. O trabalho √© uma iniciativa independente; levou cerca de 17 meses para ficar pronto e foi uma excelente oportunidade para pesquisar novas hist√≥rias e ferramentas profissionais.

Pesquisa de conte√ļdo

N√£o comecei o projeto mini Rio sabendo que faria 100 pictogramas, mas depois de criar algumas ilustra√ß√Ķes sobre a cidade percebi que poderia expandir esse exerc√≠cio para um conjunto enorme de possibilidades. Assim, fui criando uma listagem de assuntos, at√© estabelecer como meta a emblem√°tica contagem centen√°ria.

Inicialmente n√£o sabia se encontraria uma centena de ideias para criar, mas logo percebi que o mais dif√≠cil seria definir o que deixar de fora desse planejamento inicial. O recorte tem√°tico de mini Rio √© muito pessoal e baseia-se na minha interpreta√ß√£o da cidade. N√£o me preocupei em criar um conjunto de imagens que expressasse uma vis√£o coletiva ou ¬ęoficial¬Ľ do Rio, por que isso seria igualmente arbitr√°rio. Nesse sentido, o projeto poderia muito bem se chamar meu Rio.

[Pesquisa] Defini√ß√£o de conte√ļdo e categoriza√ß√£o.

O processo de defini√ß√£o de conte√ļdo foi bastante desafiador. Apesar de ter feito uma grande pesquisa e analisado cada possibilidade, deixei coisas importantes de fora e talvez tenha inclu√≠do pictogramas que para algumas pessoas n√£o s√£o t√£o representativos. Algumas decis√Ķes foram meramente visuais: certas ideias n√£o geraram boas representa√ß√Ķes gr√°ficas, enquanto outras funcionaram muito bem com essa t√©cnica de desenho. Algumas coisas ficaram de fora por quest√Ķes subjetivas, como grau de relev√Ęncia pessoal, diversidade tem√°tica e posicionamento pol√≠tico. E outros pictogramas n√£o existem simplesmente por que eu n√£o conhe√ßo todos os lugares e hist√≥rias do Rio de Janeiro.

Constatei que minha cidade tem uma complexidade cultural impressionante, e √© legal viver em um lugar t√£o especial, mesmo que nem tudo sejam flores. E esse √© outro aspecto importante do projeto: mini Rio n√£o constitui uma apresenta√ß√£o idealizada da cidade. Eu queria falar das lindas paisagens, mas tamb√©m dos problemas de uma megal√≥pole, suas contradi√ß√Ķes e perigos. N√£o coloquei os problemas em foco, mas tampouco os deixei de fora.

[Pesquisa] Imagens de referência.

Para orientar e equilibrar o desenvolvimento dos pictogramas, busquei organizar os assuntos por categorias. O conjunto est√° dividido em: atra√ß√Ķes tur√≠sticas, cultura (m√ļsica, artes, museus, tradi√ß√Ķes, eventos), estilo de vida (costumes, h√°bitos, points), cotidiano (objetos do dia a dia, servi√ßos, equipamentos urbanos), natureza (fauna, flora, geografia) e problemas. Algumas categorias apresentam sobreposi√ß√Ķes √≥bvias, e a defini√ß√£o final reflete a minha interpreta√ß√£o destes assuntos.

Etapa de criação

Para a cria√ß√£o dos pictogramas foram coletadas e produzidas mais de 1200 imagens de refer√™ncia. A partir dessas imagens, cada pictograma foi cuidadosamente constru√≠do em um processo que demandava aten√ß√£o aos detalhes e rigor t√©cnico. O conjunto criado segue regras bem definidas, como: formas vazadas (desenho por contorno), estrutura linear de espessura uniforme, cor √ļnica, acabamento arredondado, aus√™ncia de perspectiva, alinhamento geom√©trico e figuras humanas padronizadas.

[Desenvolvimento] Definição de linguagem e gramática visual mini Rio.

A linguagem visual utilizada no projeto √© propositalmente simples, em fun√ß√£o do grau de particularidade do conte√ļdo proposto. Ilustra√ß√Ķes muito abstratas dificultariam a compreens√£o dos pictogramas. O n√≠vel de complexidade do conjunto e a enorme quantidade de ilustra√ß√Ķes evidenciaram logo de cara que o uso de um grid de constru√ß√£o r√≠gido seria inadequado, pois limitaria a a√ß√£o criativa sem ganho de qualidade. Percebi que a consist√™ncia visual seria forjada pela enorme repeti√ß√£o de caracter√≠sticas comuns e n√£o por rela√ß√Ķes geom√©tricas excessivamente regulares.

[Desenvolvimento] Conjunto de pictogramas.

Todos os pictogramas foram testados em dimens√Ķes muito reduzidas (inferiores a 2 cm) onde era poss√≠vel verificar o grau de reconhecimento e a qualidade do desenho. Alguns pictogramas exigiram dezenas de vers√Ķes e ajustes; outros nasceram de forma mais imediata. Muitas vezes precisei retrabalhar um pictograma j√° pronto, para diferenci√°-lo de um novo desenho ou apenas para refinar o projeto.

[Desenvolvimento] Impress√Ķes e testes de redu√ß√£o.

Tipografia

Alguns pictogramas apresentam detalhes ou imagens construídas a partir de letras do alfabeto. Nesses casos, com o intuito de integrar totalmente imagem e texto, optei por desenvolver dois tipos exclusivos para o projeto: mini Tipo e mini Gentileza.

[Tipografia] Tipos exclusivos desenvolvidos com a mesma linguagem dos pictogramas.

Ambos apresentam as mesmas características visuais dos pictogramas criados, como acabamento arredondado, espessura uniforme e estrutura simplificada. O alfabeto mini Gentileza foi desenvolvido exclusivamente para recriar as tradicionais escrituras do profeta e famoso andarilho da cidade (baixe as fontes no site do projeto).

+ 100 e mini Lab

Faltando pouco para terminar a lista de pictogramas propostos, comecei a perceber que alguns apresentavam pequenas imagens complementares, e defini que isso seria um padr√£o em todo o conjunto. Assim criei a demanda de fechar outra centena de pequenos pictogramas, menores e mais simples, que me permitiram animar as ilustra√ß√Ķes em algumas aplica√ß√Ķes espec√≠ficas do projeto.

[Mini pictogramas] Pictogramas complementares para cada assunto.

Ao terminar a etapa de desenho dos pictogramas, defini ainda um per√≠odo de trabalho especialmente voltado para experimentar a linguagem criada, chamado mini Lab. O objetivo desta etapa era testar o potencial de desenvolvimento e aplica√ß√£o do projeto mini Rio. As imagens produzidas alternam pictogramas ampliados e coloridos, padronagens, pequenas anima√ß√Ķes, novos pictogramas, infogr√°ficos e paisagens complexas.

[mini Lab] Laboratório de linguagem visual mini Rio.

Próximos passos

A próxima etapa do projeto consiste na exploração comercial deste conjunto de pictogramas e derivados, através de parcerias para a criação de produtos licenciados. O projeto não estaria completo se eu não pudesse contar um pouco mais sobre cada pictograma, e um livro mini Rio já está sendo produzido. Bom passeio!

Saiba mais

Retrato de Fabio Lopez Fabio Lopez Rio de Janeiro Seguidores: 58

Opini√Ķes:
24
Votos:
28
Compartir:

Colabore com a difus√£o deste artigo traduzindo-o

Traduzir ao inglês Traduzir ao intaliano
Código QR para acesso ao artigo mini Rio: 100 miniaturas da cidade do Rio de Janeiro

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Fabio Lopez

Mais artigos de Fabio Lopez

Título:
Designer independente, muito prazer
Resumo:
A independência como princípio, a autonomia como meta: o caminho mais curto (e seguro) para uma plena realização profissional.
Compartilhar:
Título:
A cultura do improviso
Resumo:
O improviso como hero√≠smo cotidiano e o planejamento como solu√ß√£o definitiva: confus√Ķes t√≠picas de uma na√ß√£o em desenvolvimento.
Compartilhar:

Debate

Logotipo de
Minha opini√£o:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Retrato de Lucilia Alencastro Brancalua
0
Lucilia Alencastro Brancalua
Fev 2016

Maravilhoso trabalho!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Mar 2016

Obrigado Lucilia!

0
Responder
Retrato de Rodolfo Capeto
0
Rodolfo Capeto
Fev 2016

Sensacional.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Mar 2016

Aprendi com os melhores! :-)

0
Responder
Retrato de Mar√≠a Claudia Salda√Īa
3
Mar√≠a Claudia Salda√Īa
Jan 2016

Imaginei um monte de camisas legais com o seus pictogramas. Gostei muito do projeto que fez!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado María!

0
Responder
Retrato de Bianca Martins
0
Bianca Martins
Jan 2016

Trabalho generoso e belíssimo. Deleite para cariocas e sujeitos de toda a parte.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Bianca! Foi feito com muito carinho. :-)

0
Responder
Retrato de Rodrigo Utopia
0
Rodrigo Utopia
Jan 2016

Trabalho muito legal! Parabéns!

Se fosse impresso em livro, com somente os pictogramas - um por p√°gina - ficaria algo lindo de se ver, de se ter, de presentear, rs...

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Rodrigo, obrigado pelas palavras! J√° estamos trabalhando nisso! ;-)

0
Responder
Retrato de Thiago Gruber
0
Thiago Gruber
Jan 2016

Meus parabéns Fábio! Redundante, mas fiz questão de registrar como achei belo o projeto!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Thiago, palavras gentis nunca s√£o redundantes. :-) Obrigado!

0
Responder
Retrato de Marcilio Antonio Florindo
0
Marcilio Antonio Florindo
Jan 2016

Muito Legal. Parabéns Fabio.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Marcilio!

0
Responder
Retrato de Luiz Claudio Gonçalves Gomes
43
Luiz Claudio Gonçalves Gomes
Jan 2016

Maravilhoso exercício. Parabéns Fábio!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Valeu Luiz!

0
Responder
Retrato de Rique Nitzsche
269
Rique Nitzsche
Jan 2016

Que viagem simpática!! Parabéns Fabio. Grande projeto. Um abraço do Rique

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Rique! Te leio sempre por aqui. ;-)

0
Responder
Retrato de Luciano Cassisi
1430
Luciano Cassisi
Jan 2016

Fabio, eu realmente gostei do seu projeto

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Luciano, uma honra. :-) E parab√©ns pela √≥tima plataforma que administra: um patrim√īnio para o amadurecimento da profiss√£o!

0
Responder
Retrato de Sandro Fetter
1
Sandro Fetter
Jan 2016

Fabio, mais uma vez parabéns por mais este projeto cheio de criatividade e irreverência.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Valeu Sandro! Novidades em breve. :-)

0
Responder
Retrato de Bruno Porto
35
Bruno Porto
Jan 2016

Excelente projeto, Fábio, parabéns! E obrigado por compartilhar o processo de desenvolvimento!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Mr. Porto. √Č nossa obriga√ß√£o professoral, n√©? ;-)

0
Responder

Lhe poderiam interessar

Retrato de Joan Costa
Autor:
Joan Costa
Título:
Nascimento e evolução da marca em 7 passos
Resumo:
A marca comercial nasceu à 3500 anos. Primeiro foi um signo, depois um significado, logo uma história televisiva de 30 segundos. Hoje, um fenómeno social e transmedia complexo.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
23
Opini√Ķes:
3
Seguidores:
2266
Ilustração principal do artigo O fim de I Love New York?
Autor:
Rodolfo √Ālvarez
Título:
O fim de I Love New York?
Resumo:
O governador de Nova York prop√Ķe modificar a imagem da cidade criada por Milton Glaser.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
5
Seguidores:
83
Ilustração principal do artigo A inutilidade da Arte
Autor:
Joan Costa
Título:
A inutilidade da Arte
Resumo:
Ainda que se possam confundir facilmente, a obra de arte e o produto para o mercado da arte tem sentidos e objetivos muito diferentes.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
3
Seguidores:
2266
Retrato de Norberto Chaves
Autor:
Norberto Chaves
Título:
A qualidade existe e é inegociável
Resumo:
Para incentivar o entusiasmo do desenvolvimento de sua própria cultura gráfica e aspiração à qualidade.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
8
Opini√Ķes:
1
Seguidores:
3292
Retrato de Alejandro Tapia
Autor:
Alejandro Tapia
Título:
Retórica e design: a experiência brasileira
Resumo:
O Brasil mostra como o auge do seu design está enraizado em uma conexão com a cultura bem como numa vinculação benéfica entre teorias e prática.*
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
9
Opini√Ķes:
7
Seguidores:
50
Retrato de Nelson Graubart
Autor:
Nelson Graubart
Título:
Designer para um pais em crise
Resumo:
V√°rios pa√≠ses est√£o vivendo uma crise econ√īmica e financeira, obrigando a todos a criarem solu√ß√Ķes alternativas para manterem suas rendas. Qual o papel do designer neste processo?
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
11
Opini√Ķes:
5
Seguidores:
13
Retrato de Luiz Claudio Gonçalves Gomes
Autor:
Luiz Claudio Gonçalves Gomes
Título:
As artes (moderna e pós-moderna) do livro infantil
Resumo:
Muitas gera√ß√Ķes de artistas visuais e ilustradores atravessaram as d√©cadas que transpassaram a cultura moderna para um novo clima que habituou-se chamar p√≥s-modernismo.
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
4
Seguidores:
43
Ilustração principal do artigo Google, melhor ou pior?
Autor:
Luciano Cassisi
Título:
Google, melhor ou pior?
Resumo:
A gigante da internet introduz mudanças em sua marca gráfica que merecem ser debatidas.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
8
Opini√Ķes:
4
Seguidores:
1430