mini Rio: 100 miniaturas da cidade do Rio de Janeiro

Uma homenagem dedicada, um minucioso exercício de design gráfico e um divertido passeio pela Cidade Maravilhosa.

Retrato de Fabio Lopez Fabio Lopez Rio de Janeiro

Seguidores:
58
Opiniões:
24
Votos:
28
Compartir:
Ilustração principal do artigo mini Rio: 100 miniaturas da cidade do Rio de Janeiro

Por conta do próximo ciclo Olímpico, a cidade do Rio de Janeiro vive um período de grande visibilidade e expectativa, e todos querem conhecer um pouco mais desse lugar especial do planeta: uma megalópole charmosa, divertida, caótica, vibrante, barulhenta, contraditória e inesquecível.

O projeto mini Rio constitui uma extensa coleção de pictogramas e ilustrações criadas com o objetivo de homenagear e apresentar visualmente o patrimônio cultural da cidade do Rio de Janeiro. O trabalho é uma iniciativa independente; levou cerca de 17 meses para ficar pronto e foi uma excelente oportunidade para pesquisar novas histórias e ferramentas profissionais.

Pesquisa de conteúdo

Não comecei o projeto mini Rio sabendo que faria 100 pictogramas, mas depois de criar algumas ilustrações sobre a cidade percebi que poderia expandir esse exercício para um conjunto enorme de possibilidades. Assim, fui criando uma listagem de assuntos, até estabelecer como meta a emblemática contagem centenária.

Inicialmente não sabia se encontraria uma centena de ideias para criar, mas logo percebi que o mais difícil seria definir o que deixar de fora desse planejamento inicial. O recorte temático de mini Rio é muito pessoal e baseia-se na minha interpretação da cidade. Não me preocupei em criar um conjunto de imagens que expressasse uma visão coletiva ou «oficial» do Rio, por que isso seria igualmente arbitrário. Nesse sentido, o projeto poderia muito bem se chamar meu Rio.

[Pesquisa] Definição de conteúdo e categorização.

O processo de definição de conteúdo foi bastante desafiador. Apesar de ter feito uma grande pesquisa e analisado cada possibilidade, deixei coisas importantes de fora e talvez tenha incluído pictogramas que para algumas pessoas não são tão representativos. Algumas decisões foram meramente visuais: certas ideias não geraram boas representações gráficas, enquanto outras funcionaram muito bem com essa técnica de desenho. Algumas coisas ficaram de fora por questões subjetivas, como grau de relevância pessoal, diversidade temática e posicionamento político. E outros pictogramas não existem simplesmente por que eu não conheço todos os lugares e histórias do Rio de Janeiro.

Constatei que minha cidade tem uma complexidade cultural impressionante, e é legal viver em um lugar tão especial, mesmo que nem tudo sejam flores. E esse é outro aspecto importante do projeto: mini Rio não constitui uma apresentação idealizada da cidade. Eu queria falar das lindas paisagens, mas também dos problemas de uma megalópole, suas contradições e perigos. Não coloquei os problemas em foco, mas tampouco os deixei de fora.

[Pesquisa] Imagens de referência.

Para orientar e equilibrar o desenvolvimento dos pictogramas, busquei organizar os assuntos por categorias. O conjunto está dividido em: atrações turísticas, cultura (música, artes, museus, tradições, eventos), estilo de vida (costumes, hábitos, points), cotidiano (objetos do dia a dia, serviços, equipamentos urbanos), natureza (fauna, flora, geografia) e problemas. Algumas categorias apresentam sobreposições óbvias, e a definição final reflete a minha interpretação destes assuntos.

Etapa de criação

Para a criação dos pictogramas foram coletadas e produzidas mais de 1200 imagens de referência. A partir dessas imagens, cada pictograma foi cuidadosamente construído em um processo que demandava atenção aos detalhes e rigor técnico. O conjunto criado segue regras bem definidas, como: formas vazadas (desenho por contorno), estrutura linear de espessura uniforme, cor única, acabamento arredondado, ausência de perspectiva, alinhamento geométrico e figuras humanas padronizadas.

[Desenvolvimento] Definição de linguagem e gramática visual mini Rio.

A linguagem visual utilizada no projeto é propositalmente simples, em função do grau de particularidade do conteúdo proposto. Ilustrações muito abstratas dificultariam a compreensão dos pictogramas. O nível de complexidade do conjunto e a enorme quantidade de ilustrações evidenciaram logo de cara que o uso de um grid de construção rígido seria inadequado, pois limitaria a ação criativa sem ganho de qualidade. Percebi que a consistência visual seria forjada pela enorme repetição de características comuns e não por relações geométricas excessivamente regulares.

[Desenvolvimento] Conjunto de pictogramas.

Todos os pictogramas foram testados em dimensões muito reduzidas (inferiores a 2 cm) onde era possível verificar o grau de reconhecimento e a qualidade do desenho. Alguns pictogramas exigiram dezenas de versões e ajustes; outros nasceram de forma mais imediata. Muitas vezes precisei retrabalhar um pictograma já pronto, para diferenciá-lo de um novo desenho ou apenas para refinar o projeto.

[Desenvolvimento] Impressões e testes de redução.

Tipografia

Alguns pictogramas apresentam detalhes ou imagens construídas a partir de letras do alfabeto. Nesses casos, com o intuito de integrar totalmente imagem e texto, optei por desenvolver dois tipos exclusivos para o projeto: mini Tipo e mini Gentileza.

[Tipografia] Tipos exclusivos desenvolvidos com a mesma linguagem dos pictogramas.

Ambos apresentam as mesmas características visuais dos pictogramas criados, como acabamento arredondado, espessura uniforme e estrutura simplificada. O alfabeto mini Gentileza foi desenvolvido exclusivamente para recriar as tradicionais escrituras do profeta e famoso andarilho da cidade (baixe as fontes no site do projeto).

+ 100 e mini Lab

Faltando pouco para terminar a lista de pictogramas propostos, comecei a perceber que alguns apresentavam pequenas imagens complementares, e defini que isso seria um padrão em todo o conjunto. Assim criei a demanda de fechar outra centena de pequenos pictogramas, menores e mais simples, que me permitiram animar as ilustrações em algumas aplicações específicas do projeto.

[Mini pictogramas] Pictogramas complementares para cada assunto.

Ao terminar a etapa de desenho dos pictogramas, defini ainda um período de trabalho especialmente voltado para experimentar a linguagem criada, chamado mini Lab. O objetivo desta etapa era testar o potencial de desenvolvimento e aplicação do projeto mini Rio. As imagens produzidas alternam pictogramas ampliados e coloridos, padronagens, pequenas animações, novos pictogramas, infográficos e paisagens complexas.

[mini Lab] Laboratório de linguagem visual mini Rio.

Próximos passos

A próxima etapa do projeto consiste na exploração comercial deste conjunto de pictogramas e derivados, através de parcerias para a criação de produtos licenciados. O projeto não estaria completo se eu não pudesse contar um pouco mais sobre cada pictograma, e um livro mini Rio já está sendo produzido. Bom passeio!

Saiba mais

Seguidores:
58
Opiniões:
24
Votos:
28
Compartir:
Código QR para acesso ao artigo mini Rio: 100 miniaturas da cidade do Rio de Janeiro

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Fabio Lopez

Mais artigos de Fabio Lopez

Título:
A cultura do improviso
Resumo:
O improviso como heroísmo cotidiano e o planejamento como solução definitiva: confusões típicas de uma nação em desenvolvimento.
Compartilhar:
Título:
Designer independente, muito prazer
Resumo:
A independência como princípio, a autonomia como meta: o caminho mais curto (e seguro) para uma plena realização profissional.
Compartilhar:

Debate

Logotipo de
Minha opinião:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Retrato de Lucilia Alencastro Brancalua
0
Lucilia Alencastro Brancalua
Fev 2016

Maravilhoso trabalho!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Mar 2016

Obrigado Lucilia!

0
Responder
Retrato de Rodolfo Capeto
0
Rodolfo Capeto
Fev 2016

Sensacional.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Mar 2016

Aprendi com os melhores! :-)

0
Responder
Retrato de María Claudia Saldaña
3
María Claudia Saldaña
Jan 2016

Imaginei um monte de camisas legais com o seus pictogramas. Gostei muito do projeto que fez!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado María!

0
Responder
Retrato de Bianca Martins
0
Bianca Martins
Jan 2016

Trabalho generoso e belíssimo. Deleite para cariocas e sujeitos de toda a parte.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Bianca! Foi feito com muito carinho. :-)

0
Responder
Retrato de Rodrigo Utopia
0
Rodrigo Utopia
Jan 2016

Trabalho muito legal! Parabéns!

Se fosse impresso em livro, com somente os pictogramas - um por página - ficaria algo lindo de se ver, de se ter, de presentear, rs...

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Rodrigo, obrigado pelas palavras! Já estamos trabalhando nisso! ;-)

0
Responder
Retrato de Thiago Gruber
0
Thiago Gruber
Jan 2016

Meus parabéns Fábio! Redundante, mas fiz questão de registrar como achei belo o projeto!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Thiago, palavras gentis nunca são redundantes. :-) Obrigado!

0
Responder
Retrato de Marcilio Antonio Florindo
0
Marcilio Antonio Florindo
Jan 2016

Muito Legal. Parabéns Fabio.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Marcilio!

0
Responder
Retrato de Luiz Claudio Gonçalves Gomes
42
Luiz Claudio Gonçalves Gomes
Jan 2016

Maravilhoso exercício. Parabéns Fábio!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Valeu Luiz!

0
Responder
Retrato de Rique Nitzsche
266
Rique Nitzsche
Jan 2016

Que viagem simpática!! Parabéns Fabio. Grande projeto. Um abraço do Rique

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Rique! Te leio sempre por aqui. ;-)

0
Responder
Retrato de Luciano Cassisi
1301
Luciano Cassisi
Jan 2016

Fabio, eu realmente gostei do seu projeto

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Luciano, uma honra. :-) E parabéns pela ótima plataforma que administra: um patrimônio para o amadurecimento da profissão!

0
Responder
Retrato de Sandro Fetter
1
Sandro Fetter
Jan 2016

Fabio, mais uma vez parabéns por mais este projeto cheio de criatividade e irreverência.

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Valeu Sandro! Novidades em breve. :-)

0
Responder
Retrato de Bruno Porto
33
Bruno Porto
Jan 2016

Excelente projeto, Fábio, parabéns! E obrigado por compartilhar o processo de desenvolvimento!

1
Retrato de Fabio Lopez
58
Fabio Lopez
Jan 2016

Obrigado Mr. Porto. É nossa obrigação professoral, né? ;-)

0
Responder

Lhe poderiam interessar

Retrato de António Lacerda
Autor:
António Lacerda
Título:
Nova identidade visual da Universidade do Algarve
Resumo:
As instituições e os serviços públicos têm características visuais - gráficas próprias e a necessidade de serem eficazes aumenta a importância da sua Imagem Institucional.
Interações:
Votos:
13
Seguidores:
6
Retrato de José Bártolo
Autor:
José Bártolo
Título:
O designer como produtor
Resumo:
As transformações do contexto social da prática do design dão lugar a novas formas de os designers se assumirem como produtores sociais.
Interações:
Votos:
22
Opiniões:
3
Seguidores:
8
Retrato de Aitor Méndez
Autor:
Aitor Méndez
Título:
Por favor, me pirateiem!
Resumo:
Introdução a dois conceitos básicos e fundamentais para compreender porque nós, designers, existimos: «o mercado da atenção» e «o mercado em tempo real».
Traduções:
Interações:
Votos:
6
Opiniões:
3
Seguidores:
5
Retrato de Ricardo Moreira
Autor:
Ricardo Moreira
Título:
O projeto Petrobrax
Resumo:
Análise de um projeto não implementado de redesenho de Identidade Corporativa da empresa petrolífera estatal brasileira.
Interações:
Votos:
51
Opiniões:
40
Seguidores:
4
Retrato de Bruno Porto
Autor:
Bruno Porto
Título:
Desatinos em nome do Branding
Resumo:
Repleto de equívocos lamentáveis em forma e conteúdo, o artigo de Beto Lima erra rude ao denegrir a imagem de uma associação profissional.
Interações:
Votos:
20
Seguidores:
33
Ilustração principal do artigo Ser pós-moderno
Autor:
Norberto Chaves
Título:
Livro: Ser pós-moderno
Resumo:
Um argumento em favor da lucidez crítica dos designers.
Traduções:
Interações:
Votos:
0
Seguidores:
3152
Retrato de Luciano Cassisi
Autor:
Luciano Cassisi
Título:
¡¿Signos esquecidos?!
Resumo:
«Não o encontrei no teclado», «escrevi com pressa», «fica mais bonito assim», «era um texto informal». Não existe razão para não cultivarmos o uso correto da linguagem escrita.
Traduções:
Interações:
Votos:
10
Opiniões:
1
Seguidores:
1301
Retrato de Alejandro Tapia
Autor:
Alejandro Tapia
Título:
Retórica e design: a experiência brasileira
Resumo:
O Brasil mostra como o auge do seu design está enraizado em uma conexão com a cultura bem como numa vinculação benéfica entre teorias e prática.*
Traduções:
Interações:
Votos:
9
Opiniões:
7
Seguidores:
50