Livro: Logos Cariocas da Gema

Um livro que documentou logos que são a cara da cidade maravilhosa.

Retrato de Beto Lima Beto Lima Rio de Janeiro

Seguidores:
13
Opiniões:
8
Votos:
6
Compartir:
Ilustração principal do artigo Logos Cariocas da Gema

O livro teve como objetivo documentar logos que foram criados utilizando, no seu contexto, símbolos que representam a cidade do Rio de Janeiro como, por exemplo: o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, o calçadão da Praia de Copacabana, o estádio do Maracanã, a Quinta da Boa Vista, a Baía de Guanabara, o Jardim Botânico ou outro símbolo que remeta a associação e que só exista no Rio de Janeiro. O logo deveria ter um desses símbolos e/ou a palavra «Carioca» ou «Rio».

Os logos poderiam ter sidos desenvolvidos para qualquer tipo de finalidade: identidade visual de empresa, de produto, eventos, etc. Além de fazer um registro dos logos e seus pais, o livro também irá registrar a evolução dos logos utilizados pelo governo e pela prefeitura do Rio de Janeiro, desde a sua fundação.

Um hotsite foi criado para que as pessoas pudessem enviar os logos: www.marcas.2ab.com.br. Vítor Barreto, editor da 2AB Editora, explica que o site foi a melhor maneira encontrada para conseguir reunir o maior número de logos possíveis: «Com o hotsite foi possível recebermos marcas de designers de qualquer lugar do Brasil e do Mundo, com muita facilidade», comenta.

Após uma curadoria de Beto Lima e Vítor, entraram nos livros logos que tivessem as características já citadas acima e que também tenham um bom design ou uma característica marcante, que poderia estar na ideia ou no traço.

Este foi o primeiro livro a ter uma coletânea de logos de diversos perfis de clientes, serviços, designers, mas tudo focado num só tema: O Rio de Janeiro. O livro também será um registro histórico da evolução dos brasões/logos da cidade do Rio de Janeiro, até os dias de hoje. Conseguimos reunir nessa primeira edição, 482 logos, não somente criados aqui no Rio, como também em outros estados e para minha surpresa, em outros países, como Grécia e Suécia e já temos mais 70 logos, até o momento, na fila de espera para serem inseridos para a próxima edição, e como se trata de uma obra viva, espero que sempre tenhamos muito mais inspirações para a nossa cidade que tanto amo.

Saiba mais

Seguidores:
13
Opiniões:
8
Votos:
6
Compartir:
Código QR para acesso ao artigo Logos Cariocas da Gema

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Beto Lima

Mais artigos de Beto Lima

Título:
Branding definitivamente não é só identidade visual
Resumo:
Branding não é e nunca foi exclusividade dos designers. É administrado por profissionais que saibam utilizar as ferramentas do branding: os chamados gestores de marca.
Compartilhar:
Título:
Olhares gráficos: design, conceito e identidade visual
Resumo:
A utilização do olho no logo da «CBS Television» e em outras empresas que dele se utilizam como elemento gráfico em suas marcas.
Compartilhar:

Debate

Logotipo de
Minha opinião:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Retrato de Manoel Lorena Manoel
0
Manoel Lorena Manoel
Mar 2015

Veio a calhar ... mesmo não sendo o FOROALFA um canal para isso apenas mas também ..... Gostei, vou comprar o livro, vou ler, vou comentar , vou recomendar aos alunos e fazer essa coisa toda girar. Seá que temos logos caipiras da São Paulo, com cara de BAHIA ? .... senão é como em umlivro de arte/design/artesanato brasileiro em que a autora começa com um: - não estudamos na Bauhaus, não falamos alemão, não somos cartesianos, somos essa mistura ..... e por aí vai. Vou lá - eu caipira - me divertir com os logos com jeito carioca ..... o mar e aquelas montanhas de pedra lindas tem seus mistérios....

1
Retrato de Beto Lima
13
Beto Lima
Mar 2015

Manoel Lorena, minha intenção durante os 2 anos que levei para reunir não somente os 482 logos com símbolos cariocas e que foram publicados com seus respectivos autores, foi também, registrar a evolução dos brasões da cidade e do estado do Rio de Janeiro até os dias de hoje. E depois fazer o Logos de Sampa, Logos de Minas, Logos Gaúchos e assim por diante, mas pesquisando com amigos meus designers e acadêmicos, percebemos que São Paulo, por exemplo, não há tantos ícones assim que identifiquem a cidade e que sejam entendidos como símbolos por parte de outras pessoas de outras cidades, pois esse foi o critério básico para o Logos Cariocas. E uma curiosidade, é que o mais natural dos símbolos cariocas, O Pão de Açúcar, é natural, ao contrário de Torre Eiffel em Paris, ou a Estátua da Liberdade em NY, a Torre de Pisa na Itália e o Big Ben em Londres que foram criados pelo homem. Tenho mais 90 logos para entrar na próxima edição, pois se trata de uma obra viva, quem sabem um e-book. Abçs!

0
Responder
Retrato de Fabio Lopez
46
Fabio Lopez
Mar 2015

Beto, acho inadequado usar a plataforma FOROALFA para esse fim. Talvez fosse mais interessante escrever algo sobre o trabalho de pesquisa em si - suas conclusões e o que observou desse levantamento - do que criar um artigo que traz apenas uma apresentação publicitária do projeto. Isso abre espaço para transformarmos esse portal em um canal de vendas - e essa não é a proposta. Espero não soar ofensivo, fico no aguardo de novas contribuições. Abs!

1
Retrato de Beto Lima
13
Beto Lima
Mar 2015

Fábio, respeito sua opinão e obrigado por ter partcipado dessa minha obra colaborando com 3 logos :) Tenho mais outros artigo que serão em breves publicados , estão em fila de espera. Não vejo o menor problema em divulgar livros que possam servir de pesquisa para futuros pesquisadores, abçs :)

0
Retrato de Bruno Porto
32
Bruno Porto
Abr 2015

Endossando o comentário do Fabio Lopez, aproveito para corrigir que "o primeiro livro a ter uma coletânea de logos de diversos perfis de clientes, serviços, designers, mas tudo focado num só tema: O Rio de Janeiro." foi "O perfil do Rio: grafismo de representação de uma cidade naturalmente gráfica" (Sextante, 1998), de Isabella Perrotta – que aliás teve uma continuação em "O perfil do Rio continua lindo: novas reflexões à luz de mudanças recentes" publicado em 2013, mesmo ano do "Logos Cariocas da Gema".

1
Retrato de Beto Lima
13
Beto Lima
Abr 2015

Interessante mesmo foi a matéria que saiu no Jornal O Globo em 15/03/2013, comigo e com a Isabella com o nosso trabalho sobre a pesquisa e documentação dos logos com perfis cariocas, que pelo menos no meu livro, foram publicados 482 logos(daqui do Brasil e alguns do exterior) e mais a evolução dos logos utilizados pelo Governo e pela Prefeitura do Rio, desde a época dos brasões (onde acabei encontrando um xará meu, Alberto Lima, desenhista e heraldista que foi o diretor da Oficina de Cartografia do Exército, responsável pela criação de centenas de brasões de municípios e regiões brasileiros), todos eles devidamente registrados com seus "pais"/autores de suas "crianças" . Nada como ter pesquisadores e professores agregando e evoluindo num mesmo tema :)

Link da matéria: http://oglobo.globo.com/rio/lo...

0
Responder
Retrato de Cristiana Serpa Ferreira
0
Cristiana Serpa Ferreira
Mar 2015

Muito bom! Onde compramos o livro?

1
Retrato de Beto Lima
13
Beto Lima
Mar 2015

Cristina, você pode encontrá-lo aqui onde está bem mais em conta aqui @amazonBR http://bit.ly/1p4viyu

0
Responder

Lhe poderiam interessar

Ilustração principal do artigo Iberia voando baixo?
Autor:
Rodolfo Álvarez
Título:
Debate: Iberia voando baixo?
Resumo:
A nova mudança de imagem corporativa da Iberia coloca o «Design» no papel de co-piloto involuntário desse vôo.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
4
Seguidores:
80
Retrato de Carlos Ávalos
Autor:
Carlos Ávalos
Título:
O desenho está perdendo valor?
Resumo:
Com os anos o desenho se tornou mais reconhecido, ainda que não necessariamente mais valorizado.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
2
Opiniões:
1
Seguidores:
44
Ilustração principal do artigo Doodle game: uma definição de marca mutante jogável
Autor:
Breno Carvalho
Título:
Doodle game: uma definição de marca mutante jogável
Resumo:
Em 2010, a Google lançou uma de suas variações denominadas Doodle para homenagear o games Pac-Man. A mutação deixava de ser apenas animada ou interativa para tornar-se jogável.
Compartilhar:
Interações:
Votos:
1
Seguidores:
1
Retrato de Norberto Chaves
Autor:
Norberto Chaves
Título:
Marca cromática e semântica da cor
Resumo:
A significação da cor motivada pela associação do signo com códigos pré-existentes e a significação da cor pela progressiva convencionalização da relação arbitrária.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
28
Opiniões:
3
Seguidores:
3076
Logotipo de Premios Clap
Autor:
Premios Clap
Título:
Ganhadores dos Permios CLAP Branding 2013
Resumo:
Sidecar Design, Porta4, Papanapa Design e This One Design, da Espanha, Chile e Brasil, levaram os CLAP Platinum 2013 nas categorias de Branding.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
3
Seguidores:
77
Retrato de Norberto Chaves
Autor:
Norberto Chaves
Título:
Com ou sem símbolo
Resumo:
Uma alternativa marcaria condicionada pelo perfil e pela comunicação.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
19
Opiniões:
1
Seguidores:
3076
Retrato de Norberto Chaves
Autor:
Norberto Chaves
Título:
Verbal/não verbal como polaridade identificadora
Resumo:
O papel do tipológico na referencia à identidade.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
13
Opiniões:
2
Seguidores:
3076
Ilustração principal do artigo O design na TV brasileira: a herança da Manchete
Autor:
Fernando Morgado
Título:
O design na TV brasileira: a herança da Manchete
Resumo:
Os anos 1980 foram especiais. Mudaram a tecnologia, a TV e o design. No Brasil, houve uma revolução no «broadcast design». A Rede Manchete teve muito a ver com isso.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
9
Seguidores:
8