Diálogo iniciado por Sandra Cameira em:

Ilustração principal do artigo A consciência e o design

Rique Nitzsche

A consciência e o design

Consciência e design são tão disponíveis que só os percebemos quando nos surpreendem, pela falta ou pela exuberância.

Veja este artigo

Retrato de Sandra Cameira
1
Sandra Cameira
Abr 2015

Excelente reflexão Rique! Concordo plenamente com você. Antes de ser a "palavrinha da moda", design é um processo interno residente em cada um de nós, e cabe a cada pessoa ter o autoconhecimento para saber trazê-lo à tona, a fim de resolver os problemas do dia-a-dia.

0
Retrato de Fran Silva
1
Fran Silva
May 2015

Também penso o mesmo Sandra! :) Principalmente sobre a construção da cultura do design que precisa ser interiorizado em nosso pais.

0
Retrato de Sandra Cameira
1
Sandra Cameira
May 2015

Sim Fran infelizmente, no Brasil, o campo do design padece com a falta de cultura sobre o tema e também com o uso inapropriado de terminologias inerentes a alguns conceitos e metodologias do design. O próprio conceito de design é banalizado, assim como recentemente vem acontecendo com o conceito de Branding. As palavrinhas entram "na moda" e todo mundo quer usar pra "surfar na onda" da vez.

0
Retrato de Fran Silva
1
Fran Silva
May 2015

Você falou tudo Sandra. Realmente esse é o mal que nos afeta. Principalmente os profissionais de Design no caso a gente. Bom referente ao Branding e o Design não é uma área que atuo, por isso meu conhecimento é muito superficial. E penso sim que essa percepção de consciência do Design só vem construir o legado do design no Brasil. Uma outra área que penso que vem auxiliar muito é o Design Universal. Tem uma amiga que trabalha nessa área ela fez mestrado e ministra aulas sobre Design Universal. Sinto que o Design Universal não é difundido no brasil, ainda está sim no começo. Sinto que a gente como profissional Designer temos a função de criar essa consciência do design em nosso dia-a-dia com a convivência com as pessoas. Como uma função educadora e pedagógica. Penso que fazer isso já é um grande contributo. :)

0
Responder

Este vídeo pode lhe interessar👇👇👇

Lhe poderiam interessar

Retrato de Raúl Belluccia
Autor:
Raúl Belluccia
Título:
Quero mudar meu logo: como faço?
Resumo:
As dificuldades de um empresário que quer ser orientado no desconhecido (para ele) mundo dos designers gráficos.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
8
Opiniões:
3
Seguidores:
839
Ilustração principal do artigo Está na hora de aposentar a Gestalt?
Autor:
Ricardo Martins
Título:
Está na hora de aposentar a Gestalt?
Resumo:
A contribuição da Gestalt à psicologia é valiosa. Mas a Gestalt deixou de entregar aquilo que promete: ser uma teoria comprovada que facilite a vida dos designers gráficos.
Compartilhar:
Interações:
Votos:
8
Opiniões:
5
Seguidores:
85
Retrato de Norberto Chaves
Autor:
Norberto Chaves
Título:
Com meu design não se intrometa!
Resumo:
O tabu da crítica interprofissional: insegurança, paranoia e refúgio no corporativismo.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
0
Opiniões:
1
Seguidores:
3539
Retrato de Gabriel Simón
Autor:
Gabriel Simón
Título:
10 Principios do Design
Resumo:
Dez principios que, sem ser mandamentos para serem cumpridos à ferro e fogo, o designer deve tomar em conta na hora de encarar o exercicio profissional.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
24
Opiniões:
4
Seguidores:
218
Retrato de Martín Álvarez Comesaña
Autor:
Martín Álvarez Comesaña
Título:
O consumo do símbolo
Resumo:
A adesão da cultura ao discurso da globalização, obriga-nos a repensar as funções e os valores assumidos pelo design.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
5
Seguidores:
8
Ilustração principal do artigo Aprender design sem design(er)?
Autor:
Gabriel Bergmann Borges Vieira
Título:
Aprender design sem design(er)?
Resumo:
Aprender design requer conhecer os modos de pensar, agir e projetar próprios do profissional da área. Onde estão os designers para ensinar projeto e prática de design?
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
10
Opiniões:
1
Seguidores:
10