Tiago Fiamenghi

O real valor do Design

Além do famoso «valor agregado», chegou a hora de apresentar ao mercado o ganho quantitativo das chamadas «Design-Driven Companies».

Read in spanish
El verdadero valor del diseño

Muito se fala sobre o valor do design para as empresas. E é sobre isso que vou falar brevemente nesse texto. Primeiro é necessário definir o que é design. São inúmeras as definições sobre a disciplina, ainda que o design ainda não tenha um conceito definitivo. Acredito que essa definição dificilmente existirá, pois como disse John Ruskin, «Se o design pudesse ser ensinado, todo mundo o aprenderia, como todo mundo aprende a ler ou a calcular. Mas o design não é matéria de ortografia ou de somas.». Essa definição por si complexa, retrata quão difícil é definir a disciplina. Ainda que haja uma sentença simples e coloquial, que facilita o interlocutor a compreender o design:

Design é um método de resolução de problemas.

Simples assim. Já o escritor e historiador da arte, Rafael Cardoso, afirma que «a grande importância do design reside precisamente em sua capacidade de construir pontes e forjar relações num mundo cada vez mais esfacelado pela especialização e fragmentação de saberes».

Ou seja, o designer faz de tudo um pouco, de equipamentos hospitalares a design de letras. De sinalização para aeroportos a catálogos de vendas. Mas talvez o que façamos de melhor é exatamente essa ponte interdisciplinar, fundamental para que um bom projeto de design seja bem executado na prática.

Tá, mas e o valor do design?

Durante muito tempo, na carência de dados mais concretos, o ganho principal daqueles que investiam em design foi o famoso «valor agregado». Acho importante definir também o que eu entendo sobre esse ganho, real, porém subjetivo. Novamente cito Cardoso, que na obra «Design Para um Mundo Complexo», afirma que, «por meio do design, atribui-se significados aos artefatos, que ficam associados a conceitos abstratos, como estilo, status, identidade. Isso em essência, é o que queremos dizer quando falamos em valor agregado». Por artefatos, podemos incluir formas, nomes e representações gráficas, que são algumas entregas do design gráfico, por exemplo.

Dessa forma, podemos sim afirmar que o valor agregado é um ganho para quem investe em design. Esse ganho porém depende muito do juízo de valor de quem recebe a mensagem. Ou, nas palavras de Cardoso, «o olhar é uma construção social e cultural, circunscrito pela especificidade histórica do seu contexto».

O real valor do design

Recentemente o Design Management Institute, em parceria com a consultoria em inovação Motiv, divulgou os resultados de uma pesquisa que traz números reais sobre os ganhos de quem orienta seus negócios pelo design.

O estudo levantou dados de 75 marcas de bens e serviços que integram a lista da Standard & Poor’s, uma relação das 500 maiores empresas de capital aberto no mercado americano. Foram avaliadas 15 organizações que atenderam a critérios que determinavam sua cultura de design estratégico. Foram avaliados os seguintes critérios:

  • O design tem que estar envolvido na organização estrutural da companhia;

  • A liderança do design tem que estar presente no nível diretor e presente também nas divisões internas da empresa – ou seja, de cima para baixo;

  • Existência de compromisso da direção da empresa para o uso do design como fonte de inovação;

  • Esforço constante para a mudança positiva, evolução.


Fonte: dmi.org

O resultado é que as chamadas Design-Driven Companies (empresas orientadas pelo design) nos últimos 10 anos tiveram uma performance 228% superior as demais empresas da lista.

É inegável que as empresas que posicionam o design no centro de suas decisões apresentaram um crescimento mais significativo no período e possuem uma curva de tendência mais promissora em relação as demais companhias.

Fica claro os ganhos de quem investe em design, não apenas como uma ferramenta operacional e reativa, mas sim como um modelo de gestão capaz de gerar soluções, não só para a sua empresa, mas também para resolver problemas existentes na nossa atual sociedade. Como disse Thomas Kolster (Goodvertising), «As pessoas querem que as marcas entreguem valor real e resolvam alguns dos maiores problemas da sociedade – aliás, não foi para isso que as empresas surgiram?». E, então… não foi?

Author
Tiago Fiamenghi Caxias do Sul
Edition
Ana Bossler Porto Alegre

Fontes

  • CARDOSO, Rafael (2011). Design Para um Mundo Complexo. São Paulo: Cosac Naify.
  • RUSKIN, John (2004). A economia política da arte. Rio de Janeiro: Record.
  • 99designs.
  • Projeto DRAFT.

Published on 07/08/2015

IMPORTANT: This article does not express the opinion of the editors and managers of FOROALFA, who assume no responsibility for its authorship and nature. To republish, except as specifically indicated, please request permission to author. Given the gratuity of this site and the hyper textual condition of the Web, we will be grateful if you avoid reproducing this article on other websites. Instead, we suggest and value a partial reproduction, also including the name of the author, the title and the source (FOROALFA), a link to this page (https://foroalfa.org/articulos/o-real-valor-do-design) in a clear and visible place, inviting to complete the reading.

Related

Illustration:
André Ricard
Author:

André Ricard

Title:

El plagio en el diseño y sus matices

Synopsis:

Todo diseño reconoce antecedentes, todo lo nuevo se basa en experiencias anteriores, y en ese proceso, inevitable y legítimo, también hay lugar para la mala fe.

Translations:
Votes:
109
Comments:
55
Followers:
388
Idioma:
ES
Illustration:
Alejandro Paz Sifuentes
Author:

Alejandro Paz Sifuentes

Title:

Marketing con compromiso social

Synopsis:

Una introspectiva del diseño gráfico y de la mercadotecnia por medio de las sensaciones captadas en los mensajes publicitarios y sociales.

Votes:
35
Comments:
29
Followers:
13
Idioma:
ES
Illustration:
Miquel Bordoy
Author:

Miquel Bordoy

Title:

7 razones para apostarle al diseño

Synopsis:

Nos gustaría que no fuera así, pero a menudo los diseñadores nos vemos en la necesidad de justificar el valor de nuestro trabajo.

Votes:
87
Comments:
35
Followers:
19
Idioma:
ES
FOROALFA ISSN 1851-5606 | Contactar | Publicidad | ©Luciano Cassisi 2005~2016