O que é a narrativa transmídia

Hoje, as marcas se perguntam como envolver seus clientes potenciais contando una historia que defina o produto.

Retrato de Ignacio Jaén Ignacio Jaén Madrid

Seguidores:
17
Opiniões:
0
Votos:
0
Compartir:

As empresas tentam criar uma narrativa, uma história que dê coerência à sua imagem e à seus produtos. Esta é a parte mais complicada do marketing de conteúdo, pois exige encontrar o elemento que liga o potencial cliente com a marca. A narrativa transmídia é uma maneira de contar a história através de diferentes plataformas de comunicação (web, redes sociais, vídeo, televisão, livros, mídia tradicional, etc.), para um público que pede a sua participação na construção de uma história exclusiva para cada usuário. Não se trata de replicar a mesma história em diferentes plataformas, mas de criar diferentes partes de uma história em cada uma das plataformas, convidar os usuários a consumi-las e participar no seu desenvolvimento. A adaptação de conteúdo para outras plataformas não é narrativa transmídia. A história deve se adaptar à plataforma e à experiência do usuário para fomentar sua participação, usando diferentes formatos e conteúdos que se complementem, como peças de um quebra-cabeça, que darão como resultado um todo muito mais complexo que a soma das partes. O objetivo final do produto transmídia não é que o público consuma o conteúdo, mas que viva uma experiência graças ao conteúdo.

O conceito de Narrativa Transmídia não é novo. Já em 1991 a acadêmica Marsha Kinder, da University of Southern California, utilizou este termo para se referir a uma nova forma de contar histórias envolvendo consumidores. Em 2003 o acadêmico do Massachusetts Institute of Technology, Henry Jenkins usou o termo em seu artigo Transmedia Storytelling, onde defendia que o uso coordenado da narração através de plataformas pode tornar os personagens mais atrativos. O filme The Blair Witch Project (1999) pode ser um bom exemplo de narrativa transmídia.

Independentemente de quando começou ou foi batizado, o que está claro é que são os sistemas atuais de marketing e comunicação, através de plataformas digitais e mídia on-line e off-line, que permitem oferecer uma experiência realmente transmídia

Como fazer narrativa transmídia

Talvez a chave para realizar uma boa narrativa transmídia seja ter uma "contação de história" potente, que conecte com os usuários do produto, que consiga o engagement necessário para implicá-los no desenvolvimento da história e para fazê-los partícipes do conteúdo. Jeff Gómez, especialista em transmedia storytelling e diretor de vários projetos para grandes multinacionais, elaborou a seguinte lista de elementos que influem na forma de fazer narrativa transmídia:

  • Com o objetivo de manter a todo momento o storytelling de nosso projeto, o conteúdo para cada uma das plataformas deve ser supervisionado por uma pessoa que unifique as linhas argumentativas dos conteúdos. Desta forma, evitaremos divisões e incoerências no mundo narrativo.

  • O projeto e o conteúdo devem nascer como transmídia e não surgir do sucesso inesperado.

  • São necessárias ao menos três plataformas para a distribuição de conteúdo transmídia.

  • O conteúdo não se replica em cada plataforma, cria-se um novo conteúdo, diferente e adaptado às características da plataforma. Cada plataforma oferecerá aos usuários uma experiência distinta e um enfoque diferente para construir a história.

  • O sucesso de uma história transmídia depende da implicação de todos os atores que intervêm no desenvolvimento argumentativo, na produção, no patrocínio ou na distribuição.

  • É fundamental a participação dos usuários na construção e desenvolvimento da narrativa transmídia. Sem sua participação não há construção de novos espaços, novos argumentos, novas linhas de desenvolvimento e não há implicação emocional.

Em suma, devemos considerar que para uma história transmídia tenha sucesso deve oferecer ao usuário uma experiência memorável através da plataforma, da estética da mise en scène, da história em si – que deve ser atraente – e a possibilidade de participar no desenvolvimento da narrativa.

Neste vídeo, Jacqueline Sánchez Carrero explica com exemplos como funciona a narrativa transmídia.

Traduzido por Luiz Claudio Gonçalves Gomes Campos Dos Goytacazes

Seguidores:
17
Opiniões:
0
Votos:
0
Compartir:

Uma versão deste artigo foi publicada previamente em Le damos al Branding.

Código QR para acesso ao artigo O que é a narrativa transmídia

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Debate

Logotipo de
Minha opinião:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Lhe poderiam interessar

Retrato de Vero Orso
Autor:
Vero Orso
Título:
Uma metodología criativa para a criação
Resumo:
Lego© Serious Play uma supreendente metodologia que coloca altos executivos e seus colaboradores na busca de soluções para suas empresas. E tudo isso, jogando...
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
1
Seguidores:
66
Retrato de Joaquin Presas
Autor:
Joaquin Presas
Título:
Cannes e o dia da mentira
Resumo:
Os prêmios são um assunto que despertam discussões acaloradas entre designers. No texto apresento uma breve reflexão sobre o tema.
Compartilhar:
Interações:
Votos:
13
Opiniões:
2
Seguidores:
17