O design de ambientes e as novas tecnologias

Assistimos ao surgimento de novos tipos de ambientes e espaços que acompanham mudanças nos hábitos e comportamentos das pessoas. Qual o papel da tecnologia nesse cenário?

Retrato de Mariane Garcia Unanue Mariane Garcia Unanue Juiz de Fora

Seguidores:
22
Opiniões:
0
Votos:
3
Compartir:
Ilustração principal do artigo O design de ambientes e as novas tecnologias

Ao longo dos últimos anos assistimos à emergência de novos tipos de ambientes e espaços, como spas em casa, home cine, cozinha gourmet, varanda gourmet, espaço gourmet...Novos nomes, muitas vezes pomposos, para descrever atividades já praticadas anteriormente de alguma maneira, mas que agora foram agrupadas em ambientes próprios e renomeadas.

Em todos estes novos tipos de ambientes podemos perceber a manifestação de uma mudança cultural ou de mudanças de hábitos, acompanhados de perto por mudanças tecnológicas. Mas o que surgiu primeiro, as necessidades e os desejos das pessoas ou será que são as novas tecnologias que nos empurram para esse futuro-presente?

O modo com que nos comportamos tem relação com o ambiente em que estamos e, naturalmente, se ocorre uma mudança no comportamento ou na cultura também mudaremos a forma de nos relacionarmos com os espaços. Além disso, quando passamos por momentos de acentuada mudança, surgem novos paradigmas, novos conceitos, novos modelos, novas teorias. Com o design de ambientes não é diferente.

Cada vez mais incorporamos ao nosso dia a dia novas tecnologias e novos modos de viver nos espaços que habitamos. A urgência de conectividade em todos os ambientes e lugares nos faz desejar, e consumir, novos gadgets e incorporar aos ambientes soluções de tecnologia para estarmos constantemente conectados. Assim, buscamos equipar a residência com soluções de automação para controlar iluminação, internet, som e equipamentos eletroeletrônicos. Os gadgets passam a habitar nossas casas juntamente conosco!

Ao passo que buscamos inserir a tecnologia em todos os espaços onde vivemos, continuamos a buscar conforto, praticidade e bem-estar. Continuamos a desejar personalizar os espaços, transformá-los como nosso, um lugar no mundo que reflita nossa personalidade e nossas aspirações. Será que isto está na contramão do futuro tecnológico?

No design de ambientes, não. Tanto o design quanto a tecnologia caminham lado a lado na acelerada mudança do mundo e parecem estar sempre à frente propondo soluções que tem por objetivo, antes de tudo, envolver os espaços com significado, transformá-los em lugar que atenda ao bem-estar e às demandas subjetivas das pessoas.

É este casamento entre design e tecnologia que alimenta toda a indústria da construção civil e incentiva a realização de mostras de decoração em todo o mundo. Estas mostras são os lugares mais adequados para vermos, conjuntamente, os resultados aplicados desse casamento, materializados em ambientes que lançam tendências. Ali, podemos ver e experimentar as novas facilidades tecnológicas implementadas nos ambientes através dos materiais utilizados nos revestimentos, no mobiliário e nos equipamentos, além de perceber o impacto dessas novidades sobre os visitantes. No Brasil, todos os anos temos à disposição mostras e eventos como «Revestir», «Casa Cor», «Morar mais por menos», «Master Casa», na Itália, o «Salone del Mobile» e a «​Cersaie», além de outras mostras  ao redor do mundo que nos aguardam para uma visita acolhedora e desafiadora ao mesmo tempo.

Editor: Ana Bossler Porto Alegre

Seguidores:
22
Opiniões:
0
Votos:
3
Compartir:
Código QR para acesso ao artigo O design de ambientes e as novas tecnologias

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Mariane Garcia Unanue

Mais artigos de Mariane Garcia Unanue

Título:
Arquitetura, marketing e o design nas cidades
Resumo:
A maneira com que enxergamos nossa cidade depende de como a observamos. Com o projeto dos pontos comerciais não é diferente: eles se comunicam através do design e da arquitetura.
Compartilhar:
Título:
A relação entre as pessoas e os espaços que habitam
Resumo:
Pensar a casa nos dias de hoje nos faz refletir como as relações entre as pessoas e os lugares mudaram nos últimos anos. O design busca respostas para as demandas atuais.
Compartilhar:

Debate

Logotipo de
Minha opinião:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Lhe poderiam interessar

Retrato de Mariane Garcia Unanue
Autor:
Mariane Garcia Unanue
Título:
A relação entre as pessoas e os espaços que habitam
Resumo:
Pensar a casa nos dias de hoje nos faz refletir como as relações entre as pessoas e os lugares mudaram nos últimos anos. O design busca respostas para as demandas atuais.
Compartilhar:
Interações:
Votos:
8
Seguidores:
22
Retrato de Alvaro Magaña
Autor:
Alvaro Magaña
Título:
Coisas do design e dos designers que me incomodam
Resumo:
Ás vezes é bom fazer um exercício de descarrego sincero que nos permita criticar com precisão as definições fundamentais das nossas trincheiras cotidianas.
Traduções:
Compartilhar:
Interações:
Votos:
12
Opiniões:
2
Seguidores:
97