Design: Importante ou imprescindível?

Entre os textos e relatos de acad√™micos e de profissionais ligados ao design, percebe-se que um assunto permeia recorrentemente as discuss√Ķes: O Reconhecimento da Profiss√£o.

Retrato de Julio Teixeira Julio Teixeira Florianópolis Seguidores: 9

Opini√Ķes:
2
Votos:
9
Compartir:

Tem-se visto compara√ß√Ķes que relacionam Design com Medicina, Engenharia, Arquitetura, Direito, etc. Tais compara√ß√Ķes s√£o v√°lidas e auxiliam no amadurecimento da profiss√£o e do profissional. No entanto, para avaliar com maior clareza esta quest√£o, devemos separar alguns pontos. Primeiramente, faz-se importante entender quais s√£o os fatores internos e externos. Consideraremos aqui, como ¬ęfatores externos¬Ľ, principalmente a percep√ß√£o da sociedade quanto as nossas atividades, e como ¬ęfatores internos¬Ľ a atividade da forma como √© realizada pelos designers.

Portanto, vamos iniciar trazendo a superf√≠cie os ¬ęfatores externos¬Ľ. Algumas profiss√Ķes s√£o vistas, por grande parcela da sociedade geral, empresas e governos como profiss√Ķes imprescind√≠veis, outras s√£o vistas como importantes.

Entre as imprescind√≠veis existem profiss√Ķes que s√£o consideradas por atender necessidades b√°sicas, na maioria das vezes, fisiol√≥gicas e de seguran√ßa. Estas normalmente assumem responsabilidades t√©cnicas nos resultados de suas a√ß√Ķes (inclusive por meio de laudos, pareceres, projetos etc.) que est√£o suscet√≠veis a graves consequ√™cias caso estejam equivocadas (mortes, acidentes, contamina√ß√£o etc.). Outras profiss√Ķes conseguiram especificar, valorizar e proteger tanto a sua atividade, que as pessoas e as organiza√ß√Ķes n√£o se sentem seguras em empreend√™-las por si mesmas, em alguns casos isso n√£o √© nem permitido pela legisla√ß√£o. Dessa forma, naturalmente, o profissional recebe reconhecimento, credibilidade, maior remunera√ß√£o e em alguns casos recebe certa ¬ęblindagem social¬Ľ e os leigos se sentem desconfort√°veis em question√°-los e relegam isso a outros profissionais da mesma classe.

As importantes normalmente s√£o vistas como profiss√Ķes onde habilidades espec√≠ficas s√£o necess√°rias e o conhecimento t√©cnico-cient√≠fico √© aplicado proporcionando melhores resultados. Partes dessas atividades s√£o realizadas por profissionais que n√£o possuem forma√ß√£o espec√≠fica na √°rea, pois n√£o s√£o consideradas de necessidade b√°sica ou regulamentadas pelo governo, ou seja, a profiss√£o n√£o conseguiu ainda, mostrar-se imprescind√≠vel para a sociedade ou para um grupo espec√≠fico.

No caso do design, quanto aos ¬ęfatores internos¬Ľ devemos considerar que:

  • A profiss√£o √© recente (quando comparado as mais tradicionais). 
  • As atividades que s√£o caracter√≠sticas da profiss√£o, ainda n√£o s√£o completamente especificadas, pelo contr√°rio, o design tem buscado ampliar os horizontes de trabalho ¬ęinfiltrando-se¬Ľ em outras √°reas sem se consolidar e sem resolver tecnicamente a sua atividade. 
  • Muitos profissionais n√£o adotam uma postura e discurso profissional. Por exemplo, dificilmente se pautam em pesquisas e informa√ß√Ķes cient√≠ficas.
  • A busca e articula√ß√£o pela regulamenta√ß√£o da profiss√£o ainda vista como um sonho (pelo menos no Brasil); e por fim.
  • O designer n√£o coleciona informa√ßoes palp√°veis e quantific√°veis de seus resultados, muito menos chega a assumir riscos e responsabilidades por suas atitudes e por seus projetos.

Enquanto tais ¬ęfatores internos¬Ľ n√£o estiverem melhor resolvidos, o reconhecimento do designer como profissional capaz de proporcionar desenvolvimento de uma organiza√ß√£o e at√© de uma sociedade n√£o ocorrer√°, e a culpa n√£o √© e n√£o ser√° da sociedade.

Retrato de Julio Teixeira Julio Teixeira Florianópolis Seguidores: 9

Opini√Ķes:
2
Votos:
9
Compartir:

Colabore com a difus√£o deste artigo traduzindo-o

Traduzir ao espanhol Traduzir ao inglês Traduzir ao intaliano
Código QR para acesso ao artigo Design: Importante ou imprescindível?

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Debate

Logotipo de
Minha opini√£o:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Retrato de Alfredo Gutiérrez Borrero
281
Alfredo Gutiérrez Borrero
Mar 2012

Julio,qu√£o saud√°vel √© para o design que amamos,um coment√°rio como o seu que demanda rigor na investiga√ß√£o ea recolha criteriosa de informa√ß√£o por escrito rigorosamente na discurso.As profiss√Ķes que ganharam respeito social,constru√≠ram institui√ß√Ķes que ap√≥iam o trabalho espec√≠fico que os profissionais fazem. Infelizmente,muitas pessoas ainda acreditam que os designers s√≥ pode ser concebidos estritamente fazendo o que caracteriza a sua profiss√£o(gr√°ficos ou objectos),mas esquecem o valor das palavras e do servi√ßo que eles fornecem para o design em todas as suas nuances,em lugares comoeste f√≥rum.

1
Retrato de Julio Teixeira
9
Julio Teixeira
Mar 2012

Concordo Alfredo. N√£o podemos esperar tal reconhecimento social, enquanto postura e discurso profissional forem raridades no meio. F√≥runs como esse s√£o instrumentos poderosos para incita√ß√£o de discuss√Ķes, ideologias, posturas profissionais, normaliza√ß√Ķes de boas pr√°ticas etc. Portanto, parab√©ns Foroalfa.

2
Responder

Lhe poderiam interessar

Retrato de Ra√ļl Belluccia
Autor:
Ra√ļl Belluccia
Título:
O que fazem os designers quando desenham?
Resumo:
Os designers exercem uma profissão cujos resultados são indispensáveis para a planificação industrial dos artefatos
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
7
Seguidores:
771
Ilustração principal do artigo O passado sombrio do currículo
Autor:
Marco Rinaldi
Título:
O passado sombrio do currículo
Resumo:
O currículo, como o conhecemos, chegou ao fim.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
10
Opini√Ķes:
1
Seguidores:
73
Ilustração principal do artigo Branding, enfoque e sucesso
Autor:
Wesley Pinto
Título:
Branding, enfoque e sucesso
Resumo:
Branding e foco. Descubra um grupo que necessite muito de algo e alinhe a proposta de valor da marca para eles.
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
5
Seguidores:
24
Ilustração principal do artigo Designer independente, muito prazer
Autor:
Fabio Lopez
Título:
Designer independente, muito prazer
Resumo:
A independência como princípio, a autonomia como meta: o caminho mais curto (e seguro) para uma plena realização profissional.
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
8
Opini√Ķes:
6
Seguidores:
58