Descubra a diferença entre design de UI e design de UX

Dois conceitos muito em moda, mas que se confundem. Saiba as diferenças e a relação entre ambos.

Retrato de Enrique Iturriaga Enrique Iturriaga Jacksonville Seguidores: 64

Opiniones:
0
Votos:
5
Compartir:
Ilustración principal del artículo Descubra a diferença entre design de UI e design de UX

Pergunte a 10 designers a diferença entre design de UI e design UX. Muito provavelmente teremos 10 respostas muito particulares. O mundo da tecnologia é tão volátil que constantemente nos vemos na necessidade de entender suas variadas vertentes. Vamos, pois, tentar compreender esses dois conceitos.

o que é design UI​

“UI” vem do inglês “user interface”: interface de usuário. Refere-se aos elementos pelos quais o usuário interage com o produto. Podemos tomar como interface de produto desde uma simples maçaneta de porta até uma tela inicial de uma aplicação. Quando usamos um app interagimos com um produto. Pense no Spotify ou no Uber. Para navegar nestas aplicações pressionamos botões, usamos menus de navegação, etc. O designer de UI é o encarregado de definir o aspecto dessas aplicações.

Pensando em UI de modo mais flexível, no mundo físico, podemos dizer que UI é a comunicação (relacionada especificamente com o uso) que se estabelece entre o produto e o usuário. Um exemplo pouco usual de Interface de Usuário pode ser uma simples tesoura. Você já segurou uma tesoura de forma incorreta? Como sabemos qual a forma correta de usá-la? Qual a capacidade que o produto tem em nos fazer saber que o estamos usando de forma incorreta? Através do tato e da visão. Se colocarmos o polegar no lado errado da tesoura teremos uma sensação bem diferente de quando o fizermos no lado certo. Desse modo, quem projetou a tesoura nos comunica qual a forma correta de usá-la.

“Onde vai o polegar?”

O que é UX?

Sempre que interagimos com um produto através de sua interface de usuário (UI), diversas reações acontecem. E tais reações nos levam a julgar o produto de uma determinada forma; não são objetivas, tampouco, tangíveis. É exatamente a isso a que se dedica o design de UX: a planejar a experiência do usuário (expressão que explica a sigla, que vem do inglês “user experience”).

Ressalte-se: o trabalho do designer de UX não é criar a experiência. A experiência do usuário não é algo que se crie; ela acontece, queiramos ou não. Para o designer UX resta melhorá-la, aperfeiçoá-la, já que a experiência, como fenômeno subjetivo e ambíguo que é, depende de diversas variáveis. Os designers UX usam de ferramentas e métodos para poder entender e melhorar essa experiência de maneira objetiva. Todas as suas decisões devem ser fundamentadas e se apoiar algum tipo de validação.

Entre as tarefas do designer UX, destacamos as seguintes: investigar, identificar problemas, criar soluções, desenvolver essas soluções através de testes de usabilidade e estudar constantemente como se pode aperfeiçoar o produto. É um trabalho que não termina nunca. Tão logo se consiga a solução para determinado problema, o processo recomeça.

 

Pode-se explicar a diferença entre UI e UX com um exemplo menos convencional: uma banana. O design UI e o design UX de uma banana são excelentes. Vamos observá-los mais de perto, colocando-nos no lugar do usuário da banana. Vamos chamar esse usuário de Andrés Norman.

São 7.04h da manhã quando Andrés se levanta da cama e se dá conta que acabou a bateria do despertador. Ele tem o hábito de acordar às 6.30h. Porque precisa chegar ao trabalho às 7.30h, gosta da idéia de ter algum tempo para se arrumar com calma antes de ir trabalhar. Ao perceber que seu despertador não funcionou André se levanta da cama em um sobressalto e se coloca nas roupas do trabalho o mais rápido possível. Tem 20 minutos para estar no trabalho. Logo, em um dia como hoje, arrumar-se calmamente não será possível. Com escassos 20 minutos, Andrés corre à cozinha para agarrar algo que possa comer enquanto voa para o trabalho. Na despensa tem uma manga, uma banana, cereal e aveia. Sem pensar duas vezes pega a banana e sai apressado para o trabalho.

Fosse você no lugar de Andrés o que pegaria? Muito provavelmente a maioria de nós faria o mesmo que nosso personagem e pegaria a banana.

O design UI/UX de uma banana

“A forma e o tamanho da banana faz com que seja fácil pegá-la com apenas uma mão e comer-la sem nos sujar. / Tente colocar uma manga ou uma pinha no bolso. / A casca (o "pacote") é feita ára preservar o produto. Tão logo consumimos o produto podemos descartar a casca em qualquer lugar, já que é eco-friendly; não é necessário para o nosso usuário mudar de caminho a procura de uma lata de lixo.”1

Como o “designer da banana” fez para se comunicar conosco?

"UI é comunicação entre o produto e o usuário."

Para comunicar ao consumidor quando se pode comer a banana, o designer UI fez com que a interface mude de cor a partir de um determinado estado do produto. Se a banana estiver verde, precisará de mais tempo de maturação. Caso esteja amarela, poderemos comê-la. Se estiver marrom, ela estará passada e deverá ser descartada.2 Agora, vejamos o aconteceria com um usuário (chamemos Raul) que sofre de daltonismo e não consegue distinguir entre as cores verde e marrom. Como Raul saberia quando uma banana está apta para ser comida? Quando Raul quiser saber se uma banana está madura, usará o tato para verificar-lhe a consistência.

UX é sobre o usuário. O designer de UX faz todo o possível para que qualquer usuário, não importando suas limitações, possa utilizar o produto e ter uma experiência favorável. A experiência do usuário de uma banana é, em geral, favorável. Andrés não escolheu a banana porque gostava menos da manga ou de aveia. A banana era-lhe o mais fácil a ser consumida e a “experiência do usuário” se lhe adaptava melhor à situação em que se encontrava. A banana cabia-lhe no bolso, não necessitava de, digamos, um prato para comer e ele não precisaria limpar as mãos ao terminar de comê-la, além de ser suficientemente grande para saciar seu apetite.

UX e UI: duas disciplinas que trabalham juntas, com processos e ferramentas diferentes

Como disse anteriormente, o design de UI e o design UX estão muito relacionados entre si. São disciplinas que dependem enormemente uma da outra. Por isso que muito dos nós, designers, nos identificamos como “designer UI/UX”, apesar de muitas vezes focarmos em apenas uma dessas áreas; áreas tais que requerem processos e qualidades diferentes, ainda que ambas tenham algo em comum: o usuário. A chave para criar excelentes interfaces e experiências é trabalhar em conjunto e sempre colocar o usuário e sua experiência como prioridades.

Retrato de Enrique Iturriaga Enrique Iturriaga Jacksonville Seguidores: 64

Traducción: Person Araújo Bom Jesus Da Lapa Seguidores: 0

Opiniones:
0
Votos:
5
Compartir:

Colabora con la difusión de este artículo traduciéndolo

Traducir al italiano
  1. Nota do tradutor: Eu não descarataria as questões de asseio e higiene.
  2. Nota do tradutor: Às vezes, mesmo com uma casca marrom, a banana mantém uma textura perfeitamente comestível; e mais: a casca neste particular estado não impede que a fruta seja comsumida em doces ou vitaminas, por exemplo.
Código QR de acceso al artículo Descubra a diferença entre design de UI e design de UX

Este artículo no expresa la opinión de los editores y responsables de FOROALFA, quienes no asumen responsabilidad alguna por su autoría y naturaleza. Para reproducirlo, salvo que estuviera expresamente indicado, por favor solicitar autorización al autor. Dada la gratuidad de este sitio y la condición hiper-textual del medio, agradeceremos evitar la reproducción total en otros sitios Web. Publicado el 12/12/2018

Debate

Logotipo de
Mi opinión:

Ingresa con tu cuenta para opinar en este artículo. Si no la tienes, crea tu cuenta gratis ahora.

Te podrían interesar

Retrato de Diego Giovanni Bermúdez Aguirre
Autor:
Diego Giovanni Bermúdez Aguirre
Título:
La forma de la modernidad
Sinopsis:
Análisis de los principios fundacionales del Diseño y su relación con el mundo moderno.
Compartir:
Interacciones:
Votos:
6
Opiniones:
2
Seguidores:
6
Retrato de Enrique Damico
Autor:
Enrique Damico
Título:
El diseñador como especialista temporal
Sinopsis:
Los problemas socio-técnicos actuales requieren un enfoque interdisciplinario. ¿Qué rol cumple el diseñador en su resulución?
Compartir:
Interacciones:
Votos:
25
Opiniones:
5
Seguidores:
7

Próximos cursos online

Desarrollamos para ti los mejores cursos online de actualización profesional, que te permitirán formarte y especializarte de la mano de renombrados especialistas

Auditoría de Marca

Auditoría de Marca

Taller de práctica profesional: análisis, diagnóstico y programa de marca sobre casos reales

6 semanas
8 Abril

Branding Corporativo

Branding Corporativo

Cómo planificar, construir y gestionar la marca de empresas e instituciones

4 semanas
20 Mayo

Estrategia de Marca

Estrategia de Marca

15 claves para programar el diseño de símbolos y logotipos de alto rendimiento

4 semanas
24 Junio

Branding: Diseñador y Cliente

Branding: Diseñador y Cliente

Tratar con el cliente, hacer presupuestos y planificar las etapas de la creación de una marca

3 semanas
2 Septiembre