Serafim Da Silva Nossa

Serafim Da Silva Nossa

Salvador (Bahia) Brasil

Seguidores:
3
Votos:
17
Opiniones:
1
Artículos publicados:
2

Diseñador Industrial profesional, estudiante especialista en Web design, con 22 años de trayectoria. Estudia en Doutorado em Filosofia da Universidade Federal da Bahia - UFBA. Trabaja en Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Ejerce la docencia en Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI.

Áreas de interés: Arquitectura, Diseño Audiovisual, Diseño de Indumentaria, Diseño Gráfico, Diseño Industrial, Diseño Web, Publicidad, Diseño Textil, Comunicación, Ilustración, Diseño de Interiores, Branding, Tecnología

Idioma:
PT
Título:
Prova de habilidade para ingresso em cursos de design
Sinopsis:
A necessidade de provas de habilidade específica em processos seletivos para cursos de design no Brasil. Levantamos, aqui, algumas questões ou argumentos que permitem pensar tal idéia de necessidade como requisito artificial, senão mesmo uma cláusula ideológica.
Compartir:
Idioma:
PT
Título:
O corvo e o ensino de design
Sinopsis:
O problema do conhecimento da natureza do objeto de investigação do design.
Compartir:

Possui graduação em Desenho Industrial com Habilitação em Projeto do Produto pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. É especialista em Metodologia do Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação nesta mesma Universidade; em Design Gráfico e de Interfaces pela Universidade Salvador - UNIFACS; em Filosofia Contemporânea pela Faculdade São Bento da Bahia - FSBB; e em Game Design pela UNEB. É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências da Universidade Federal da Bahia/Universidade Estadual de Feira de Santana - UFBA/UEFS. No mestrado, teve como tema de pesquisa a significação no Tractatus de Wittgenstein. Tal pesquisa obteve apoio de bolsa de estudos CAPES. Atualmente é doutorando em Filosofia pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFBA - PPGF/FFCH/UFBA onde pesquisa as contribuições da filosofia de Moritz Schlick para o positivismo lógico. Integra, desde 2006, o Grupo de Estudo e Pesquisa Empirismo, Fenomenologia e Gramática da UFBA (www.efg.ufba.br), sob coordenação do Prof. João Carlos Salles Pires da Silva (Texto fornecido pela Plataforma Lattes - link para o currículo http://lattes.cnpq.br/1501657534570489).

3

Mar 2013 Siguiendo a:

André Ricard

Profesional con 58 años de trayectoria.
3

Mar 2013 Me gusta el artículo:

3

Mar 2013 Mi opinión en el artículo Del Adorno

Estimulante! Uma pena que sejam poucos os que buscam combater a perspectiva de que o design seja estritamente uma abordagem - ou uma resposta - meramente formalista/funcionalista. Eu, cá, reconheço o adorno como um elemento gramatical, sem o qual o objeto, uma vez tomado como linguagem ou proposição, não pode ser reconhecido como uma instância do design. O adorno, assim, não é pois uma solução de certo estilo ou de ocasião; o adorno, no fundo, é condição de possibilidade e se faz traço fundante sem o qual, o objeto, sempre que marcado por nossas mãos humanas, jamais pode se ver livre.

0
3
3

Ene 2012 Artículo publicado en FOROALFA: