¬°¬ŅSignos esquecidos?!

¬ęN√£o o encontrei no teclado¬Ľ, ¬ęescrevi com pressa¬Ľ, ¬ęfica mais bonito assim¬Ľ, ¬ęera um texto informal¬Ľ. N√£o existe raz√£o para n√£o cultivarmos o uso correto da linguagem escrita.

Retrato de Luciano Cassisi Luciano Cassisi Buenos Aires Seguidores: 1437

Opini√Ķes:
1
Votos:
10
Compartir:

Tudo o que comunicamos √© transmitido por meio de nossa l√≠ngua, o c√≥digo comum que permite que a mensagem de um emissor chegue a um receptor com remota possibilidade de que este √ļltimo interprete o que se quis transmitir. Se a comunica√ß√£o oral √© dif√≠cil, a comunica√ß√£o √© ainda mais complicada. Por isso, toda l√≠ngua conta com algumas regras de escrita muito claras e completas que devemos conhecer para poder¬†construir mensagens eficazmente escritas.

Seja por n√£o ter afinidade com o teclado, por pressa, por copiar de outros idiomas ou por pura rebeldia (dos publicit√°rios e designers?), gera√ß√Ķes inteiras de falantes da l√≠ngua castelhana t√™m relegado a exist√™ncia de pelo menos dois signos fundamentais para sua express√£o escrita. Dois signos especiais que lhes foi ensinado na escola e que n√£o existem em outras l√≠nguas: os signos de abertura de interroga√ß√£o¬†(¬Ņ) e exclama√ß√£o¬†(¬°).

Estes signos n√£o s√£o decorativos, servem para facilitar a leitura de perguntas e exclama√ß√Ķes¬†longas que oralmente somente se expressam por varia√ß√£o na entona√ß√£o. Em outros idiomas estes signos n√£o s√£o necess√°rios devido ao fato de que sua sintaxe n√£o causa ambiguidade ao ser lida. Por exemplo, em ingl√™s, para expressar uma pergunta inverte-se o sujeito¬†(are¬†you¬†crazy?). Ao ler as primeiras palavras da ora√ß√£o a pergunta j√° √© imediatamente percebida, mesmo se n√£o for colocado o signo de fechamento.

Em castelhano¬†¬ęest√°s loco¬Ľ transmite um sentido totalmente diferente que¬†¬ę¬Ņest√°s loco?¬Ľ, ainda que a constru√ß√£o¬†seja exatamente a mesma. Os signos de interroga√ß√£o e exclama√ß√£o¬†cumprem um papel muito mias importante para a express√£o em castelhano que em ingl√™s. No caso de frases t√£o curtas como¬†¬ę¬Ņest√°s loco?¬Ľ, se poderia dizer que a omiss√£o do signo de abertura n√£o modificaria o sentido e bastaria o signo de fechamento para que o leitor identifique tratar-se de uma pergunta. Mas na escrita castelhana os signos de interroga√ß√£o e exclama√ß√£o s√£o signos duplos que sempre devem ser utilizados em pares, do mesmo modo que as aspas, os par√™nteses e os colchetes. Essa √© a regra de uso destes signos na l√≠ngua castelhana.

Por que n√£o quebrar as regras se os designers e publicit√°rios adoram quebrar as regras?

Por que n√£o escrevemos da direita para a esquerda e de baixo para cima?¬†Por que n√£o modificamos a estrutura b√°sica¬†das letras?¬†Por que n√£o invertemos o uso das mai√ļsculas?¬†Por que n√£o indicamos o ponto e separadamente as retic√™ncias? A resposta √© simples: porque as regras est√£o bem como est√£o, porque s√£o resultado de um consenso que h√° s√©culos faz¬†parte do idioma castelhano (a segunda¬†l√≠ngua mais falada do mundo, como l√≠ngua materna).

Todo designer, comunicador, publicit√°rio, educador, rela√ß√Ķes p√ļblica (para falar de alguns dos profissionais que participam deste espa√ßo) deve ter em conta o uso destes signos fundamentais para ¬†express√£o escrita. As indica√ß√Ķes da RAE1 sobre o uso destes signos s√£o muito claras e vale a pena record√°-las:

  • Os signos de abertura¬†(¬Ņ ¬°) s√£o caracter√≠sticos do espanhol e n√£o deve ser suprimido por imita√ß√£o¬†de outras l√≠nguas¬†onde apenas s√£o colocados os signos de fechamento.
  • Os signos de interroga√ß√£o e de exclama√ß√£o¬†s√£o escritos pr√≥ximos √† primeira e √† √ļltima palavra do per√≠odo determinados e separados por um espa√ßo das palavras que os precedem ou os sucedem; mas se o que sucede ao signo de fechamento √© outro signo de pontua√ß√£o, n√£o se deixa espa√ßo entre eles:¬†Vamos a ver... ¬°Caramba!, ¬Ņson¬†ya¬†las¬†tres?; se me ha¬†hecho¬†tard√≠simo.
  • Apos os signos de fechamento pode-se colocar qualquer signo de pontua√ß√£o, exceto o ponto. Logicamente, quando a interroga√ß√£o ou a exclama√ß√£o termina um enunciado e seus signos de fechamento equivalem a um ponto, a ora√ß√£o seguinte deve come√ßar com mai√ļscula:
    No he conseguido el trabajo. ¡Qué le vamos a hacer! Otra vez será.
  • Os signos de abertura (¬Ņ ¬°) devem ser colocados exatamente onde come√ßa e termina a pergunta ou exclama√ß√£o, ainda que n√£o corresponda ao in√≠cio do enunciado; nesse caso, a interroga√ß√£o ou a exclama√ß√£o¬†se inicia¬†com mai√ļscula:
    Por lo¬†dem√°s, ¬Ņqu√©¬†aspecto¬†ten√≠a¬†tu¬†hermano?
    Si encuentras trabajo, ¡qué celebración vamos a hacer!
  • Os vocativos e as constru√ß√Ķes ou ora√ß√Ķes dependentes, quando ocupam o primeiro lugar do enunciado, s√£o escritos fora da pergunta ou da exclama√ß√£o; mas se est√£o no final, devem ser considerados inclu√≠dos¬†nelas:
    Raquel, ¬Ņsabes¬†ya¬†cu√°ndo¬†vendr√°s?
    ¬ŅSabes¬†ya¬†cu√°ndo¬†vendr√°s, Raquel?
  • Quando v√°rias perguntas ou exclama√ß√Ķes¬†breves s√£o escritas seguidas, √©¬†poss√≠vel considerar como ora√ß√Ķes independentes, ou mesmo como partes de um √ļnico enunciado. No primeiro caso, cada interroga√ß√£o ou exclama√ß√£o deve ser iniciada com mai√ļscula:
    ¬ŅQui√©n¬†era? ¬ŅDe¬†d√≥nde¬†sali√≥? ¬ŅTe¬†dijo¬†qu√©¬†quer√≠a?
    ¡Cállate! ¡No quiero volver a verte! ¡Márchate!

    En¬†el segundo caso, las diversas preguntas o¬†exclamaciones¬†se¬†separar√°n¬†por coma o por punto y coma, y solo se iniciar√°¬†con¬†may√ļscula¬†la¬†primera¬†de¬†ellas:
    Me¬†abord√≥¬†en¬†la¬†calle¬†y me¬†pregunt√≥: ¬ŅC√≥mo¬†te¬†llamas?, ¬Ņen¬†qu√©¬†trabajas?, ¬Ņcu√°ndo¬†naciste?
    ¡Qué enfadado estaba!; ¡cómo se puso!; ¡qué susto nos dio!

Tamb√©m o castelhano¬†tem previstos alguns usos especiais dos signos de interroga√ß√£o e exclama√ß√£o, entre os que figura uma √ļnica exce√ß√£o¬†em que se pode omitir o signo de abertura:

  • Os signos de fechamento escritos entre par√™nteses s√£o utilizados para expressar d√ļvida (os de interroga√ß√£o) ou surpresa (os de exclama√ß√£o), n√£o isentas, na maioria das vezes, de ironia:
    Tendría gracia (?) que hubiera perdido las llaves.
    Ha terminado los estudios con treinta a√Īos y est√° tan orgulloso (!).
  • Quando o sentido de uma ora√ß√£o √© interrogativo e exclamativo ao mesmo tempo, podem ser combinados ambos os signos, abrindo com exclama√ß√£o e fechando com interroga√ß√£o, ou o contr√°rio:
    ¬°C√≥mo¬†te¬†has¬†atrevido? / ¬ŅC√≥mo¬†te¬†has¬†atrevido!
    Ou, preferivelmente, abrindo e fechando com os dois signos simultaneamente:
    ¬Ņ¬°Qu√©¬†est√°s¬†diciendo!? / ¬°¬ŅQu√©¬†est√°s¬†diciendo?!
  • Em obras liter√°rias √© poss√≠vel escrever dois ou tr√™s casos de exclama√ß√£o para indicar maior √™nfase na entona√ß√£o exclamativa:¬†¬°¬°¬°Traidor!!!

Como é possível observar, as possibilidades expressivas destes signos, bem utilizados, são muito amplas. Prova disso é o fato de que há séculos os escritores têm utilizado este simples recurso para prender-nos, mobilizar-nos e emocionar-nos com suas escritas, desde muito antes da invenção dos quadrinhos, cinema, internet, chat e os emoticones.

Ainda que cada vez seja mais comum ler textos p√ļblicos onde estes signos de abertura s√£o omitidos (an√ļncios publicit√°rios, artigos de revistas e jornais conceituados, cartazes nas ruas, opini√Ķes nos foros de debate,¬†twitts¬†de presidentes de pa√≠ses,¬†etc.), o melhor e o √ļnico¬†que podemos fazer a esse respeito √© dominar e utilizar corretamente estes e todos os signos de nossa¬†maravilhosa e querida l√≠ngua castelhana, o principal pilar de nossa cultura.

Retrato de Luciano Cassisi Luciano Cassisi Buenos Aires Seguidores: 1437

TraduçãoLuiz Claudio Gonçalves Gomes Campos Dos Goytacazes Seguidores: 43

Opini√Ķes:
1
Votos:
10
Compartir:

Colabore com a difus√£o deste artigo traduzindo-o

Traduzir ao inglês Traduzir ao intaliano
  1. RAE: Real Academia Espanhola.
C√≥digo QR para acesso ao artigo ¬°¬ŅSignos esquecidos?!

Este artigo não expressa a opinião dos editores e responsáveis de FOROALFA, os quais não assumem qualquer responsabilidade pela sua autoria e natureza. Para reproduzi-lo, a não ser que esteja expressamente indicado, por favor solicitar autorização do autor. Dada a gratuidade deste site e a condição hiper-textual do meio, agradecemos que evite a reprodução total noutros Web sites.

Baixar PDF

Luciano Cassisi

Mais artigos de Luciano Cassisi

Título:
Google, melhor ou pior?
Resumo:
A gigante da internet introduz mudanças em sua marca gráfica que merecem ser debatidas.
Compartilhar:
Título:
Menos é menos, mais é mais
Resumo:
Est√° na hora de aposentar o quase centen√°rio lema ¬ęmenos √© mais¬Ľ.
Compartilhar:
Título:
Yahoo: faça você mesmo
Resumo:
Como o ex-gigante buscador da internet criou seu novo logotipo.
Compartilhar:
Título:
Os porquês dos concursos
Resumo:
Uma reflexão sobre os motivos que levam a existência dos concursos de ideias, sobre sua conveniência para todas as partes e sobre a qualidade dos resultados que costumam produzir.
Compartilhar:

Debate

Logotipo de
Minha opini√£o:

Ingresse com sua conta para opinar neste artigo. Se não a tem, crê sua conta grátis agora.

Retrato de Pedro Moura
1
Pedro Moura
Out 2013

Luciano, un gusto leer vuestro art√≠culo, adem√°s que mis aventuras en el universo hispanoparlante empezaron por oportunidades laborales en proyectos y talleres de dise√Īo mas all√° de mi peque√Īo contexto lus√≥fono. En m√≠nimo, es una tarea del dise√Īador respetar y preservar la historia de la tipograf√≠a en espa√Īol, que posee caracter√≠sticas ‚Äďy caracteres‚Äď √ļnicos, bellos. Por lo que vos agradezco, ¬°Saludos cordiales!

1
Responder

Lhe poderiam interessar

Retrato de Heleno Almeida
Autor:
Heleno Almeida
Título:
Bauhaus, estética e capitalismo
Resumo:
Muitos autores acreditam que a Bauhaus é uma prova de que o design também possa ser político, apesar de sua origem desde um movimento de integração.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
4
Opini√Ķes:
8
Seguidores:
16
Ilustração principal do artigo Olhares gráficos: design, conceito e identidade visual
Autor:
Beto Lima
Título:
Olhares gr√°ficos: design, conceito e identidade visual
Resumo:
A utiliza√ß√£o do olho no logo da ¬ęCBS Television¬Ľ e em outras empresas que dele se utilizam como elemento gr√°fico em suas marcas.
Tradu√ß√Ķes:
Compartilhar:
Intera√ß√Ķes:
Votos:
12
Opini√Ķes:
3
Seguidores:
13