José Da Cruz Lopes

José Da Cruz Lopes

Viana Do Castelo (Viana Do Castelo) Portugal

Seguidores:
0
Votos:
0
Opiniones:
6

Arquitecto docente especialista en Geodesign, con 10 años de trayectoria. Ejerce la docencia en Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Áreas de interés: Arquitectura, Diseño Gráfico, Diseño Web, Urbanismo, Ilustración, Paisajismo, Branding

Por contexto profissional o design cruzou-se comigo e passou a influenciar os saberes e os labores na área dos estudos ambientais produzidos e transmitidos em comunidade educativa. A transversalidade do design é o seu ponto mais interessante e ao mesmo tempo um desafio constante e um horizonte para novos entendimentos do conhecimento na atualidade. 

O design ambientalmente responsável é uma atitude, uma cultura contemporânea e um projeto em construção ...

0

Oct 2014 Mi opinión en el artículo Qual é a diferença entre arte e design?

DESIGN É ARTE APLICADA, SEMPRE ... e "comandada" pelo génio qualificado ou criativo de cada ser humano!

0
0

Jul 2014 Mi opinión en el artículo Uma nova marca para os Correios do Brasil

Uma nota explicativa da Marca «Correios do Brasil» bem estruturada e fundada no sentir e no ser cidadão brasileiro; simples e dinâmica, que dá a imagem gráfica de envolvência, de aproximar "grandezas" ou encurtar distâncias entre Estados, ...; que se esboça, pela sua geometria e volumetria, em imagem mental associada a encomenda que esperamos receber, a "caixa postal das surpresas"!

0
0

Feb 2014 Mi opinión en el artículo Qual é a diferença entre arte e design?

Excelente artigo de um profissional que está comunicando o seu sentir do design neste mundo e em formação ao longo da vida. É o seu lumen naturale sedimentado no corpus habilitado de cada um de nós, com as suas "coisas boas " e os seus "pecados".

Duas ideias-fortes que relevo: arte é design; e a criatividade é uma acção natural.

Aquilo que liga estas duas ideias é já bastante antiga, quando na antiguidade se afirmava de que toda a Arte é imitação da Natureza (Sêneca).

Parabéns e venham mais ... ideias e objectos de design.

0
0

Jul 2013 Me gusta el artículo:

0

Jul 2013 Mi opinión en el artículo O Sétimo Mandamento

Sem criatividade não há design(er) funcional e essa criatividade, tem uma génese, tem autor(es). E a isto chama-se propriedade autoral porque esta suporta-se nos princípios latinos do jus utendi, do jus fruendi e do jus abutendi.

Há uma ética natural, uma moral positiva associada ao design e ao seu autor.

O autor da obra/projecto de design será defendido se cada pessoa se guiar pela moral daquilo que é seu e daquilo que não lhe pertence.

Mas também se aplicar com deontologia profissional a sequência da cultura projectual contida no processo de past up e nos seus trabalhos práticos.

0
0

May 2013 Me gusta el artículo:

0

May 2013 Mi opinión en el artículo A especificidade do design

Li, com interesse, o «sentido» de pensamento do autor sobre o design como âmbito de projecto específico e ancorado na realidade humana e dos seus sistemas de objectos culturais. Só faltou mencionar que a ciência do artificial está contida no universo do conceito de Vernandsky - a noosfera, como sistema global dos artefactos gerados pela inteligência humana. Parabéns pela partilha de ideia(s)!

0
0

Abr 2013 Me gusta el artículo:

0

Abr 2013 Mi opinión en el artículo 10 objetos fundamentais para o designer

Porquê aos dez e não a meia-dúzia ...? É só um pretexto para dar este comentário pessoal; poderia ser um velocípede sem motor ou então eléctrico ou fotovoltaico para sustentar (mais e melhor) a nossa mobilidade do quotidiano ou de fim-de-semana. Ora aqui vão onze e deixo a outros colegas novas ideias para completar a tal dúzia de objectos de design fundamental na nossa vida hodierna. Abr e bjs da lusitânia.

0