Bruno Porto

Bruno Porto

Brasília (Ciudad de México) Brasil

Seguidores:
32
Votos:
94
Opiniones:
10
Artículos publicados:
3

Diseñador Gráfico profesional, docente especialista en Diseño Editorial, Ilustración, Imagen Corporativa, con 27 años de trayectoria. Trabaja en Bruno Porto Comunicação Visual. Ejerce la docencia en Centro Universitário IESB.

Áreas de interés: Diseño Gráfico, Comunicación, Ilustración, Branding, Educación

Idioma:
PT
Título:
Desatinos em nome do Branding
Sinopsis:
Repleto de equívocos lamentáveis em forma e conteúdo, o artigo de Beto Lima erra rude ao denegrir a imagem de uma associação profissional.
Compartir:
Título:
Juan Carlos Darias (1961-2015)
Sinopsis:
A los 53 años de edad, víctima de un infarto fulminante, ha falecido el diseñador y profesor venezolano Juan Carlos Darias, la noche del sábado 17 de enero de 2015 en Caracas.
Compartir:
Idioma:
PT
Título:
Juan Carlos Darias (1961-2015)
Sinopsis:
Faleceu o designer e professor venezuelano Juan Carlos Darias na noite de sábado 17 de janeiro de 2015 em Caracas, aos 53 anos, vítima de um infarto fulminante.
Compartir:

Bruno Porto (1971) é designer gráfico, professor e consultor em design. Atua em áreas do design gráfico e da ilustração, tendo trabalhos expostos nas Américas, Ásia, África e Europa, e publicados em mais de 40 livros e revistas internacionais.

É Coordenador Executivo pelo Brasil para a Bienal de Tipografia Latino-Americana TIPOS LATINOS, membro do Conselho Diretor da SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil, e dos Conselhos Consultivos da Associação dos Designers Gráficos do Distrito Federal – ADEGRAF e da Associação dos Designers Gráficos – ADG Brasil, tendo integrado sua Diretoria (2004 a 2007), Coordenação RJ (2002 a 2004) e Conselho de Ética (2009 a 2011).

Foi o Curador e Coordenador-Geral da 10ª Bienal Brasileira de Design Gráfico (2013), depois de ter participado da organização da 7ª (como coordenador do júri, em 2004), 8ª (como membro da comissão curatorial, em 2006) e 9ª (como coordenador da itinerância pela China, em 2009) edições. É curador de uma dúzia de exposições de artes gráficas, incluindo as mostras Dingbats Brasil – que desde 2006 já passou por Bogotá, Caracas, Florianópolis, Frankfurt, Goiânia, Hanói, Manaus, Mérida, Pequim, Rio de Janeiro, São Paulo e Xangai – e Brazil + Football + Design, em parceria com Bebel Abreu, montada no National Football Museum de Manchester, Inglaterra, em 2014.

Frequentemente participa de júris de premiações internacionais – como o iF Student Awards, o Adobe Design Achievement Awards e os Prêmios CLAP – e concursos nacionais de projetos de design – como os da marca dos 450 Anos do Rio de Janeiro, do Poster Rio – Cidade-Sede da Copa do Mundo da Fifa 2014, e da identidade visual da Bienal Brasileira de Design 2015, entre outros.

É autor dos livros Vende-se Design (2011, 2AB Editora), Memórias Tipográficas das Laranjeiras, Flamengo, Largo do Machado, Catete e adjacências (2003, 2AB Editora) e Como o Botafogo conquistou a China (2014, Imã Editorial); e co-autor / organizador de Asian Graphics NOW! (2010, TASCHEN), Logotipo X Logomarca (2012, 2AB Editora), Porto+Martinez 1996>2004 (2005, J.J.Carol), André Stolarski: Fale mais sobre isso (2014, Imã Editorial) e do catálogo da 10ª Bienal Brasileira de Design Gráfico (2014, Editora Blucher). Desde 2006 é colunista de design e ilustração do portal www.DesignBrasil.org.br, tendo colaborado também com as revistas abcDesign, Designe, Design Gráfico, 新平面 NewGraphic e como um dos editores do site www.BrazilianGraphicDesign.com.

Entre 1996-2006 foi professor do Centro Universitário da Cidade (RJ), onde coordenou o Núcleo de Ilustração do IAV – Instituto de Artes Visuais e, entre 2006-2010, do Raffles Design Institute em Xangai, China, onde viveu até o início de 2012. Atualmente mora em Brasília, onde coordena o curso de Graduação Tecnológica em Design Gráfico do Centro Universitário IESB e é membro do Colegiado Setorial de Design da Secretaria de Cultura do Distrito Federal

32

Mar 2016 Me gusta el artículo:

32

Ene 2016 Mi opinión en el artículo mini Rio: 100 miniaturas da cidade do Rio de Janeiro

Excelente projeto, Fábio, parabéns! E obrigado por compartilhar o processo de desenvolvimento!

1
32

Sep 2015 Me gusta la opinión de Ana Sofia Mariz en el artículo A cultura do improviso

32

Sep 2015 Me gusta la opinión de Caio Henrique en el artículo A cultura do improviso

32

Ago 2015 Me gusta el artículo:

32

Jun 2015 Mi opinión en el artículo Design X Arte

Prezado Hugo, dado o interesse sugiro a leitura de "Design e arte: campo minado. Uma antologia de discursos comentados e uma proposta disciplinar" (2012), dissertação de mestrado de André Stolarski na FAU/USP, orientado pelo Agnaldo Farias:

http://www.teses.usp.br/teses/...

0
32

Jun 2015 Me gusta la opinión de Fabio Lopez en el artículo Design X Arte

32

Abr 2015 Siguiendo a:

Wesley Viruga

Profesional con 15 años de trayectoria.
32

Abr 2015 Siguiendo a:

Paco Calles

Profesional, Docente con 32 años de trayectoria.
32

Abr 2015 Siguiendo a:

Satyro Design Satyro

Profesional
32

Abr 2015 Siguiendo a:

Fabio Lopez

Profesional, Docente con 18 años de trayectoria.
32

Abr 2015 Siguiendo a:

Fernando Morgado

Profesional, Docente con 12 años de trayectoria.
32

Abr 2015 Siguiendo a:

Danilo Lima

Profesional con 17 años de trayectoria.
32

Abr 2015 Siguiendo a:

Vinicius Guimarães

Profesional, Docente con 12 años de trayectoria.
32

Abr 2015 Mi respuesta en el diálogo iniciado en el artículo Branding definitivamente não é só identidade visual

O sr. Jorge deve conhecer também o ditado "Con la medida que mides te han de medir ". Se o autor é desmedidamente agressivo em suas críticas, deveria esperar reação de igual porte. Da mesma forma, como o sr. Jorge imediatamente me interpelou com (agressiva) ironia, permiti-me ser (agressivamente) irônico com ele. Já o sr. Ernesto foi cortês em suas firmes colocações, verdadeiramente apaziguadoras, e recebe aqui meus sinceros agradecimentos.

Críticas são válidas, mesmo as descabidas. Permitem que se reavalize posições tomadas — o que a Adegraf certamente irá fazer agora que o email com sugestões finalmente chegou (ou alguém ainda tem alguma dúvida quanto a isto? podemos pedir para ser postado mais uma vez, por via das dúvidas) — mesmo que seja para confirmá-las. O que não é válido é a contundência, a mão pesada, e o descaso com que foram feitas. Fazer isto é se arriscar a se receber uma resposta a altura, e uma crítica às próprias críticas — que por sua vez tampouco foram replicadas.

2
32

Abr 2015 Me gusta la respuesta de Ernesto Harsi en el diálogo iniciado por Bruno Porto en el artículo Branding definitivamente não é só identidade visual

32

Abr 2015 Me gusta la respuesta de Ernesto Harsi en el diálogo iniciado por Bruno Porto en el artículo Branding definitivamente não é só identidade visual

32

Abr 2015 Me gusta la respuesta de Ernesto Harsi en el diálogo iniciado por Bruno Porto en el artículo Branding definitivamente não é só identidade visual

32

Abr 2015 Mi respuesta en el diálogo iniciado por Jorge Montaña en el artículo Branding definitivamente não é só identidade visual

Relendo meu comentário, sr Jorge Montaña, vejo que apliquei os mesmos termos "monstruosa ignorância" e "grossa e arrogante" utilizados pelo autor em seu texto, então acho que não se refere a estes. Quanto a "desagradável esnobismo", esse é meu mesmoe posso qualificar minha argumentação: "Esnobismo" é a atitude de quem se sente superior aos demais, como o autor faz em relação aos profissionais da Adegraf; denota também "preferência exagerada pelo que está na moda", o que pode ser outra maneira de se ler o que está acontecendo. Desculpe se pareço redundante nas minhas explicações, mas sinceramente fiquei preocupado com o senhor por ter achado este texto "ótimo", "claro e pedagógico" (?!?!). Como percebo também que tens o costume de fazer generalizações nacionais, faço questão de lhe garantir que nem todos os designers brasileiros são ʼclaros e pedagógicosʼ como este autor.

3
32

Abr 2015 Mi respuesta en el diálogo iniciado en el artículo Branding definitivamente não é só identidade visual

Prezado Jorge, acho que ambos: sou o dono supremo das verdadeiras ferramentas das verdades e passo noites em claro aterrorizado com réplicas, com a possibilidade de réplicas, e mesmo com a ausência de réplicas. Ou talvez apenas não saiba como habilitar os comentários em um artigo.

0