Wesley Pinto

São tantos ‘brandings’ por aí

Imagino a dificuldade das empresas para escolherem qual elas vão contratar.

Read in spanish
Hay tantos ‘brandings’ por ahí

Certa vez me deparei com algum desses grupos espalhados pelas redes sociais, com um anúncio que vendia algo como «branding» no social media. Fiquei curioso e como qualquer apaixonado por branding fui investigar o «conteúdo» por trás da proposta. E o que descobri me deixou muito intrigado.

Após clicar no anúncio um texto que descrevia a prática surgiu, e pasmem, ele não tinha muita diferença do já conhecido planejamento e estratégia nas mídias sociais. Apesar de citar: personalidade, identidade e outros jargões de ambas as atividades que definitivamente compõem uma marca, não as são o branding em si.

Acredito que assim como eu, muitos questionaram o motivo de fundir o termo branding a outras atividades. Será que é para agregar «valor»? Ou será que o termo branding está na moda? Ou quem sabe até o próprio desconhecimento da atividade por muitos profissionais? Ou um problema em fazer a gestão da própria marca e definir uma promessa concreta e eficiente para si mesmo?

Encucado — e um pouco tenso com a «inocente» banalização — pesquisei outros termos que carregassem consigo a palavra: branding. E adivinhem! Encontrei. Na mais explícita forma de tentarem criar seus próprios oceanos surgiram termos como: digital branding, social branding, branding estratégico (doeu!), branding no design thinking...

Tantos «brandings» que imagino a dificuldade das empresas para escolherem qual elas vão contratar, todos «brandings» famintos em provar valor, levando os contratantes a fazerem elevados investimentos, mas que no fim só recebem resultados duvidosos e de difícil mensuração financeira. Isso, sem falar do aproveitamento sobre o desconhecimento de muitos médios e pequenos empresários sobre o tema. No entanto, o maior problema é que todos esses «brandings» não são branding.

Branding é branding, brand que significa marca, mais o «ing» para dar sentido de continuidade. Branding pode ser traduzido como gestão da marca. Branding é um processo, um conjunto de ações estruturadas que proporcionam o descobrimento e cumprimento da promessa da marca, até a implementação em todos os pontos de contato.

Percebam que não foi mencionada a palavra comunicação, nem estratégia, nem «social», mas sim a intenção, a gestão, para que a marca entregue aquilo que ela promete fazer de relevante para as pessoas, e que essa promessa seja percebida nos pontos de contato da marca.

Assim, como já mencionado, branding é a gestão da marca, que irá eventualmente necessitar de serviços de outras atividades, por exemplo as agências de publicidade, mídias sociais, assessoria de imprensa, escritórios de design, entre outros. Todos devendo entregar o melhor de si, mas sempre alinhados as definições do processo de gestão da marca.

Author
Wesley Pinto São Paulo
Edition
Thales Aquino Rio de Janeiro

Published on 16/09/2014

IMPORTANT: This article does not express the opinion of the editors and managers of FOROALFA, who assume no responsibility for its authorship and nature. To republish, except as specifically indicated, please request permission to author. Given the gratuity of this site and the hyper textual condition of the Web, we will be grateful if you avoid reproducing this article on other websites. Instead, we suggest and value a partial reproduction, also including the name of the author, the title and the source (FOROALFA), a link to this page (https://foroalfa.org/articulos/sao-tantos-brandings-por-ai) in a clear and visible place, inviting to complete the reading.

Autor:
Wesley Pinto

More articles byWesley Pinto

Article:

Branding, enfoque e sucesso

Article:

O que você acredita que seja Branding?

Followers:
24

Related

Illustration:
Guillermo Dufranc
Author:

Guillermo Dufranc

Title:

Creatividad y tecnología en packaging

Synopsis:

La combinación de dos mundos que juntos pueden ir más allá de lo imaginado, aumenta la percepción de calidad y transforma la experiencia de consumo.

Votes:
116
Comments:
16
Followers:
370
Idioma:
ES
Illustration:
Miguel Lalama
Author:

Miguel Lalama

Title:

Cómo influir en las decisiones de compra

Synopsis:

La incapacidad de la investigación tradicional para arrojar datos realmente relevantes, parte de que está basada en un sistema de preguntas y respuestas racionales.

Votes:
36
Comments:
17
Followers:
31
Idioma:
ES
Illustration:
Guillermo Dufranc
Author:

Guillermo Dufranc

Title:

El concepto en las etiquetas de vino

Synopsis:

El mercado de vinos es muy amplio y por ello es indispensable saber comunicar conceptos que permitan diferenciar un producto de su competencia.

Translations:
Read in english
Votes:
114
Comments:
27
Followers:
370
Idioma:
ES
FOROALFA ISSN 1851-5606 | Contactar | Publicidad | ©Luciano Cassisi 2005~2017