Ana do Carmo Soeiro Moreno

Ana do Carmo Soeiro Moreno

Vila Real (Vila Real) Portugal

Seguidores:
0
Votos:
1
Opiniones:
3

Diseñadora Gráfica profesional, docente Estudia en Faculdade de Belas Artes do Porto. Trabaja en HL Design.

Áreas de interés: Diseño Gráfico, Diseño Industrial, Diseño Web, Comunicación, Marketing, Branding

0

Mar 2011 Mi opinión en el artículo O designer como produtor

Gostaria de ressalvar que, do meu ponto de vista, projectos como: «Design em Comunidade» ou «Aldeias de Maggio», situam-se mais na esfera no Património Cultural Imaterial, do que na esfera no Design. Não é por acaso que o Público re-editou a colectânea de «Arquivos Sonoros» de Lopes Graça e Michel Giacometti. Relativamente ao papel do design, discordo quando refere que passará de perito a colaborador, porque o designer será sempre um perito, seja colaborador ou não. E finalmente concordo quando refere que o design deve ser um meio e não fim, mas ficamos sempre em dúvida sobre o que é o design.

0
0

Soy professora de diseño 16 horas a la semana, me encantaria trabajar al mismo tiempo como diseñadora (ya trabajé 5 años), pero como, sino no tengo tiempo?? Mientras preparo las classes, tengo ideias para ayudar los alunos, classifico sus trabajos y diseño el jornal de la escuela, no tengo tiempo para más!! La question és justa e pertinente, pero la vida a veces no contempla estos «detalles».

1
0

Nov 2010 Mi opinión en el artículo La teoría del diseño está más allá del oficio

Hellen Lupton comenta que um designer gráfico, so o é, se escrever/teorizar sobre a sua própria profissão. Eu discordo desta opinião, uma vez que a teorização de um disciplina essencialmente prática não é, nem deve ser uma condição «sine qua non», para o exercício da mesma. No entanto concordo que a reflexão sobre o campo de actuação do designer seja urgente para qualquer profissional da área. A academia é de facto o meio previligiado para estas e outras indagações (exp: design criticism at the School of Visual Arts, N.Y.) no entanto o acto de pensamento/indagar pode dar-se em qualquer lugar.

0